12/02/2022 às 12h18min - Atualizada em 13/02/2022 às 00h01min

Programa capacita 80 mil pessoas para enfrentamento de epidemias

O programa será lançado na próxima terça-feira (15), é totalmente gratuito e a participação não é restrita a profissionais de saúde.

SALA DA NOTÍCIA Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-02/programa-vai-capacitar-80-mil-pessoas-para-enfrentamento-de-epidemias

Um programa educacional desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Mato Grosso do Sul e pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde vai oferecer cursos para 80 mil pessoas sobre o enfrentamento da epidemia de covid-19 e outras epidemias virais. O programa que será lançado na próxima terça-feira (15) é totalmente gratuito e a participação não é restrita a profissionais de saúde.



Segundo a Fiocruz, o Programa Educacional em Vigilância e Cuidado em Saúde no Enfrentamento da Covid-19 e de outras Doenças Virais (VigiEpidemia) terá uma primeira etapa com quatro cursos autoinstrucionais e dois complementares que são opcionais e contam com tutoria e certificação de especialização.



O conteúdo e os recursos educacionais foram elaborados com a participação de docentes e pesquisadores de diversas instituições de ensino e pesquisa. Entre os cerca de 80 mil alunos que são esperados em todo território brasileiro, mil poderão obter certificado de especialização do programa, mediante chamamento público.



Segundo a coordenadora da Educação da Fiocruz Mato Grosso do Sul, Debora Dupas Gonçalves do Nascimento, o objetivo do VigiEpidemia é promover a qualificação dos trabalhadores e profissionais de saúde, gestores e interessados na área para o enfrentamento da covid-19 e outras epidemias de doenças transmissíveis por vírus no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).



O lançamento do programa será realizado com uma transmissão ao vivo na internet, em que haverá uma mesa-redonda com o pesquisadores sobre o tema: A vigilância em saúde nas epidemias/pandemias: o que podemos esperar em 2022?




Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »