14/02/2022 às 11h05min - Atualizada em 14/02/2022 às 11h13min

Rio Preto empata sem gols contra a Matonense e permanece no G-8

O jogo foi bastante movimentado entre as equipes no estádio Ferreirão.

Harley Pacola
Divulgação
O time do Rio Preto Esporte Clube comandado pelo técnico Rodrigo Fonseca cumpriu o planejamento da competição e garantiu o primeiro ponto conquistado fora de casa. Até então, o Jacaré vinha de duas derrotas fora de seus domínios (Marília 2x0 e São José 1x0). Na manhã deste domingo, em Matão, no Ferreirão, Matonense e Rio Preto, ficaram no empate sem gols. O jogo foi movimentado e merecia terminar com gols. O jogo foi válido pela 5ª rodada da primeira fase do Campeonato Paulista da Série A3.

Com o resultado, o time de Matão, continua fora do G8, na 11ª colocação com seis pontos. Já o Rio Preto é o oitavo colocado, hoje o último classificado para a fase final do torneio.

EM BRANCO

Assim que o árbitro apitou o início do jogo, o time da casa entrou mais aceso em campo, enquanto os visitantes preferiu mais cautela.

O primeiro lance de perigo de gol aconteceu aos 10 minutos, a favor da SEMA. João Gabriel, cruzou da esquerda e dentro da pequena área, Sapo acertou a trave e no rebote a zaga rio-pretense aliviou. O Jacaré, deu o troco aos 26, com o meia Scheppa, este de fora da área resolveu arriscar, mas a bola foi fraca para a defesa do número um Filipe.

Nos minutos finais, o duelo teve mais emoções e aconteceram três oportunidades de gols. O Rio Preto, quase fez aos 42 minutos. Na cara do gol, Yuri Martins, tocou certo para uma grande defesa de Filipe.

Um minuto após, novamente no ataque, o quadro esmeraldino quase inaugurou o marcador com Recife, que na entrada da área acertou um pombo e a boa passou com muito perigo a meta da SEMA.

Já nos acréscimos, quem trabalhou foi o arqueiro rio-pretense ao salvar o toque de Otávio. Por conta disso, a primeira etapa terminou em branco.

BELISCOU UM PONTO FORA DE CASA 

No segundo tempo foram várias situações de gols para os dois lados. Aos 15 minutos, o Jacaré chegou com perigo com Pedro, este na hora de concluir foi desarmado pela zaga matonense. Dois minutos depois, foi a vez da zaga rio-pretense salvar. Sapo, ia tocar pro gol, mas foi bloqueado no momento certo.

Aos 30, dentro da pequena área, Pedro de queima roupa quase fez. O arqueiro Filipe fez simplesmente um verdadeiro milagre mandando a bola para escanteio.

Na sequência da partida, o time visitante criou mais uma chance clara de gol, o mesmo acontecendo com o time da casa. Na verdade, os dois goleiros trabalharam e com isso o placar final, foi 0 a 0. O resultado para o Rio Preto foi muito importante, enquanto para a Matonense foi ruim por atuar em casa.

PRÓXIMA RODADA 

Na próxima quarta-feira, dia 16, às 19h, a Matonense vai até Sertãozinho, encarar o time da casa, no estádio Frederico Dalmazo. Mais cedo, às 15h, tem o clássico regional Rio Preto contra o Olímpia, no estádio Anísio Haddad.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »