14/02/2022 às 13h24min - Atualizada em 14/02/2022 às 22h41min

Paranaense cria primeira rede de marketplace de câmbio do Sul do Brasil

Ideia implantada no início da pandemia uniu visão de futuro com metodologia e processos inovadores para trazer segurança a parceiros e clientes

SALA DA NOTÍCIA CRCOM

A experiência com o mercado de câmbio de mais de uma década e o tino para novos negócios fez nascer em Londrina, em março de 2020, das mãos de Haroldo Schiabel, a Rede Câmbio Seguro, um marketplace que se propôs a ser um hub na conexão de corretoras e correspondentes cambiais no país de modo a oferecer serviços correlatos para atender às demandas já existentes e aquelas que estavam por vir. 

 

“O futuro vinha se antecipando e as necessidades das empresas e pessoas físicas com o mercado de câmbio iria se diversificar ainda mais. O nosso olhar foi oferecer uma plataforma de conexão que ao mesmo tempo em que disponibilizasse aos clientes mais fornecedores e opções de serviços afins, contribuísse para apoiar as empresas do setor na gestão e na ampliação dos negócios”, afirmou Schiabel.

 

A insegurança sobre se a demanda por produtos e serviços no setor com as adversidades da pandemia serviu como fato estimulador para o lançamento da empresa. “Usamos a palavra Seguro no nosso nome porque estávamos certos de que o nosso propósito era criar algo sólido, que unisse as empresas em uma rede inovadora para impulsionar o crescimento das operações e a sustentabilidade do mercado”, destacou.

 

E foi o que aconteceu com as empresas convidadas a fazerem parte da Rede Câmbio Seguro na primeira etapa do novo negócio. “Nesses dois anos muitos correspondentes cambiais fecharam as portas porque a procura pela moeda estrangeira caiu drasticamente com o fechamento das fronteiras entre os países. O que não ocorreu com outras parceiras dentro do marketplace da Rede Câmbio Seguro. Remessa de valores e documentos para o exterior, e assinaturas de documentos por certificação digital foram exemplos de serviços que tiveram alto crescimento”, ressaltou.

 

Os primeiros parceiros convidados e que fazem parte da Rede Câmbio Seguro operam nas cidades de Belém, no Pará, Brasília, Limeira, em São Paulo, Cascavel, Maringá e Londrina, no Paraná. Como parte de uma rede, todas podem oferecer serviços nas áreas de câmbio, ouro, abertura de conta internacional, digital e de investimentos, encomendas e documentos, certificação digital, seguros, crédito empresarial, e creditórios e precatórios, todos os serviços para pessoas físicas e jurídicas. E ainda ter acesso a programas de mentoria em vendas e campanhas internas que estimulam o desenvolvimento das equipes.

 

“Estamos em processo de validação e padronização interna da operação para entrarmos numa segunda fase e incluirmos novos parceiros e mais serviços correlatos. Primamos pela excelência e queremos estender todo o nosso conhecimento ao mercado para criar facilidades aos clientes e novos horizontes para as empresas do segmento”, apontou Schiabel. Outro diferencial da Rede Câmbio Seguro é o compartilhamento de conteúdo relevante para o mercado por meio do site, blog, redes sociais e do canal no Youtube que já ultrapassou 100 mil visualizações.

 

Atualmente, os parceiros do negócio, que já conta com cinco investidores anjos, são Ourominas, Fedex, DHL, Banco BS2, Treviso, Vital Card, GTA, Garcia Certificadora, entre outros. “Eu sinto que esse empreendimento vai crescer muito porque as portas vêm se abrindo a cada dia. Parcerias certas com as pessoas certas em um mercado que se amplia. Até o final de 2023 esperamos ter 100 lojas parceiras, crescendo 1.000% em dois anos. Queremos avançar de maneira sólida, com foco no longo prazo e com a construção de uma metodologia própria. Temos uma lista grande de novas empresas interessadas em fazer parte da Rede Câmbio Seguro e a inclusão de novos parceiros começará a acontecer na fase de expansão que iniciaremos em breve”, afirmou.

 

Serviço:

REDE CÂMBIO SEGURO – www.redecambioseguro.com.br 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »