15/02/2022 às 09h48min - Atualizada em 15/02/2022 às 18h13min

Novo Conselho de Tecnologia e Inovação da FIEMG apresenta agenda estratégica para 2022

SALA DA NOTÍCIA Interface Comunicação
Fábio Veras_Crédito Mauro Figa
O novo presidente do Conselho de Tecnologia e Inovação da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), Fábio Veras, já está com os planos traçados para 2022. Por meio da revitalização dos conselhos temáticos da entidade, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, está trazendo novas diretrizes e visões a eles.

Agora, o Conselho de Tecnologia e Inovação vai congregar as maiores empresas industriais de Minas, que compõem essa cadeia de valor, em um projeto para transformar Minas no Estado líder na inovação nacional, onde esse quesito seja na prática o fator de maior competitividade e resultados para o meio empresarial. O Conselho também vai unir forças para o fortalecimento das pequenas empresas.

Dentre as novidades, Fábio Veras destaca alguns pontos prioritários a serem tratados em sua gestão como presidente do conselho. Um deles é o fomento do ecossistema digital de produtividade e novos mercados como: Analytics, Machining Learning, Big Data, Blockchain, IOT e 5G/6G. Além disso, haverá incentivo legal às áreas de P&D e inovação.

A agenda estratégica do novo presidente também engloba defesa regulatória por meio do monitoramento de Marcos Regulatórios e construção de proposições; novos modelos de negócio para a indústria; desoneração do investimento em inovação e corporate venture e fomento ao ecossistema de startups e open innovation.

Além disso, haverá proposições para modernização dos incentivos legais às áreas de P&D e inovação. Toda pauta será levada ao presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, para que ele lidere o movimento por mudanças normativas e proposições de políticas públicas. 

Incentivo ao desenvolvimento de cidades inovadoras, tecnologias assistivas de impacto social, gerando produtividade para a inclusão social e novos modelos de formação profissional em tecnologia, também são metas de Fábio.

Durante a sua gestão, Veras pretende ainda promover seminários e workshops temáticos com o intuito de disseminar assuntos relevantes para o segmento.

Com formação executiva em Inovação em Stanford, Berkeley e Wharton, Fábio Veras, que também é o atual presidente do Sindicato da Indústria de Softwares e da Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais (Sindinfor), tem o objetivo de construir com os demais conselheiros uma agenda de constantes proposições.

O conselho terá a missão de movimentar as grandes empresas, criando uma agenda ousada de modernização dos marcos regulatórios que favoreçam o ambiente de negócios da indústria, se inspirando em experiências de excelência daqui e de países como EUA, Israel e Reino Unido. Por consequência, fortalecer o ecossistema de startups por meio de novos mecanismos de interação e acesso a mercado e também gerando produtividade em níveis sem precedentes. Entendemos ainda que será pertinente explorar o papel da interação das empresas e das cidades inovadoras como de extrema importância para gerar comunidades mais empreendedoras e olhar o futuro integrado com a sociedade”, conclui Fábio Veras. 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »