16/02/2022 às 10h20min - Atualizada em 16/02/2022 às 10h33min

Salário do prefeito Edinho passará para R$19 mil; o pacote da maldade vale para vereadores e secretários municipais

O vereador João Paulo Rillo (PSOL) foi o único que votou contra a proposta.

Harley Pacola
Divulgação
"Com tantos brasileiros desempregados e passando fome, é inadmissível falar em aumento de salário de político", foi com esse desabafo que o vereador João Paulo Rillo (PSOL) se posicionou contrário a proposta encaminhada pelo Executivo. Com apenas um voto contra, a Câmara de Rio Preto, aprovou nesta terça-feira, dia 15, o aumento dos salários do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores. O pacote de reajustes aumenta em 11% os salários. Apenas o vereador João Paulo Rilo (Psol) votou contra a medida. Os novos salários valem a partir deste mês.

Confira os valores que serão pagos para cada um dos cargos.

Prefeito: passa dos atuais R$ 17.210,57 para R$ 19.103,73;
Vice-prefeito: R$ 8.581,28 para R$ 9.525,22;
Sec. Municipais: R$ 15.210,57 para R$ 16.883,73;
Vereadores: vai subir de R$ 5.907,23 para R$ 6.557,02.

Na próxima semana, os vereadores continuam a votação do pacote de reajustes mas dessa vez será para aprovar o aumento nos salários dos servidores municipais, também em 11%. As propostas para o reajuste aprovadas na Câmara Municipal seguem para a análise do prefeito Edinho, que não deve vetar o aumento. O reajuste vai impactar nos cofres públicos cerca de R$ 134 milhões por ano.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »