16/02/2022 às 15h17min - Atualizada em 16/02/2022 às 19h21min

Isis Abbud assume cargo de co-CEO na Arquivei

Com experiência em projetos voltados para o desenvolvimento corporativo, a co-fundadora assume posição com a missão de otimizar expansão da startup

SALA DA NOTÍCIA Arquivei

Maior plataforma de gestão de documentos fiscais do Brasil, a Arquivei começa o ano de 2022 com mudanças nas posições de liderança. Entre elas, Isis Abbud, que deixa de ser COO e assume o cargo de co-CEO, junto com Christian de Cico. Também co-fundadora da startup, a empreendedora assume o novo cargo com a missão de garantir que a Arquivei e seus colaboradores continuem a evoluir da forma planejada, além de atuar como uma liderança feminina à frente de uma empresa de tecnologia e, assim, inspirar outras mulheres.

 

Formada em Engenharia de Produção pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Isis possui em sua carreira pesquisas e publicações na área de Desenvolvimento de Produto e Gerenciamento do Ciclo de Vida do Produto (PLM) em parceria com a Technische Universität Darmstadt/Alemanha. Ela é Empreendedora Endeavor e acumula experiência como agente local de inovação do Sebrae em inovação organizacional e de processos.


Na Arquivei, fundada em 2013, a co-fundadora começou fazendo um pouco de tudo com o objetivo de revolucionar a utilização de documentos fiscais por meio de pessoas e tecnologia, transformando burocracia em oportunidade. “Acompanhei de forma presencial e remota muitos dos nossos clientes. Sempre me dediquei para termos não só um processo escalável de geração de receita e engajamento, mas também direcionado ao sucesso do cliente. Além da dedicação com o cliente externo, junto com os outros fundadores, consegui construir e garantir que nossa cultura trouxesse leveza e, ao mesmo tempo, foco em resultado e execução”, afirma a nova co-CEO.

Responsável por tramitar 13% de todas as NFes e 15% das CTes emitidas no Brasil, a Arquivei recentemente captou uma rodada de investimento no valor de US$ 48 milhões, aproximadamente R$ 260 milhões. O aporte foi liderado pela Riverwood Capital, e acompanhado por International Finance Corporation (IFC), Constellation, NXTP e Endeavor Catalyst.

Ainda em 2021, a startup alcançou R$ 1 trilhão de valor transacionado dentro da base de clientes, obtendo um crescimento acima de 28% em relação ao ano anterior. “Nossa missão é dar suporte ao compliance fiscal e transformar obrigações fiscais em otimização e inteligência para empresas, de forma rápida, acessível e confiável. Hoje são 15 mil clientes, 100 mil empresas que têm seus documentos fiscais gerenciados e mais de 2,6 bilhões de DFes armazenados na plataforma”, conclui Isis Abbud.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »