14/02/2022 às 16h13min - Atualizada em 16/02/2022 às 19h42min

Blue Edtech comemora um ano de atuação com mais de 400 alunos

Startup abrirá 1200 vagas para seus cursos em 2022, com a meta de formar 15 mil alunos até 2026

SALA DA NOTÍCIA Caren
Daniela Lopes, CEO da Blue

Após um ano de sua chegada ao mercado, a Blue EdTech que atua como uma escola de tecnologia para formar programadores e ajudá-los a conquistar uma vaga de emprego na área, está comemorando mais de 400 alunos inscritos em seus cursos de programação de TI, que atualmente estão com inscrições abertas para a sexta turma, que terminam em 6 de fevereiro. A startup, que nasceu com um aporte de R$ 5 milhões e planeja faturar R$ 100 milhões em 2025, abrirá 1200 vagas para seus cursos em 2022, com a meta de formar 15 mil alunos até 2026.

Voltado, principalmente, à formação de jovens carentes, oferecendo o modelo de financiamento ISA (Income Share Agreement), no qual o aluno só começa a pagar o equivalente a 17% do seu salário quando ingressar no mercado e estiver ganhando a partir de R$ 3 mil mensais, o curso também oferece oportunidades para um público diversificado que vai desde quem nunca teve experiência com programação, a pessoas acima dos 30 anos e em transição de carreira.

Para Daniela Lopes, CEO da Blue, o sucesso no número de alunos se deve ao aquecimento do mercado de tecnologia. “O setor de TI é, sem dúvida, um dos que mais gera empregos hoje no Brasil e no mundo. Sobram vagas e faltam profissionais especializados para preenchê-las. E é nesse sentido que queremos atuar, capacitando nossos alunos ao ajudá-los a desenvolver habilidades técnicas e interpessoais, para que estejam aptos a assumir funções com excelência”.

Segundo dados da Brasscom, o Brasil tem apenas 53 mil pessoas formadas por ano em cursos com perfil de TI, para uma demanda média anual de 159 mil profissionais da área. A associação estima ainda que as empresas de tecnologia demandem 797 mil talentos de 2021 a 2025. No entanto, com o número de formandos aquém da demanda, a projeção é de um déficit anual de 106 mil talentos – 530 mil em cinco anos. Para suprir esse gap a Edtech também investiu em diversas parcerias para ajudar a empregar seus alunos. Atualmente são mais de 40 empresas parceiras, número que deve aumentar ainda mais nesse ano.

“Nosso principal objetivo é transformar pessoas para transformar o mundo! Queremos impulsionar pessoas e suas carreiras, mudando a vida de quem estuda com a gente, por meio da educação e, assim, garantir que eles tenham a oportunidade de obter uma carreira de sucesso. Nascemos para revelar talentos, formá-los e dar oportunidades para suprir a alta demanda por profissionais da área de tecnologia”, finaliza a CEO.

Atualmente a Blue oferece quatro cursos, que são divididos nas disciplinas de Desenvolvimento de Software (Frontend e Full Stack) e Analytics (Ciência de dados), e são compostos por dois ciclos de desenvolvimento de competências: Hard Skills (conhecimentos técnicos) e Soft Skills (habilidades sociocomportamentais). A meta para 2025 é expandir a grade para mais de mais de 20 cursos. A Blue também oferece suporte técnico e comportamental com acompanhamento personalizado; além de mentorias, orientação de carreira e aulas de conversação em inglês.

Inscrições: As inscrições podem ser feitas pelo site. https://blueedtech.com.br
 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »