17/02/2022 às 12h26min - Atualizada em 17/02/2022 às 17h21min

Componentes de um Projeto de Sistema de Sprinklers

ABSpk formula documento para auxiliar no processo de contratação dos chuveiros automáticos

SALA DA NOTÍCIA ABSpk
Agência Image 360
ABSpk
Com o objetivo de orientar o mercado de projetos de sistemas de sprinklers para proteção contra incêndios, a ABSpk -- Associação Brasileira de Sprinklers, formulou este documento para ajudar na definição do escopo mínimo para contratação de um serviço de engenharia de projeto de sprinklers para proteção contra incêndio.

Em primeiro lugar é necessário observar qual o “tipo de projeto” que será objeto da contratação:

Projeto Legal: é um projeto que tem como objetivo a sua aprovação por autoridades competentes, no Brasil, normalmente o Corpo de Bombeiros de cada Estado da Federação. Na tabela de requerimentos, apresentado neste documento, estão listados os itens comumente aplicáveis e indispensáveis a um projeto legal. No entanto é sempre necessário conhecer a legislação do Estado da Federação onde o projeto será aplicado, pois poderá haver particularidades e exigências específicas. O Projeto Legal não oferece as informações necessárias para execução de instalação.

Projeto Básico: é um tipo de projeto que tem como objetivo estabelecer as suas características básicas de desempenho, numa fase inicial do empreendimento, normalmente visando identificar o caminhamento da tubulação e localização de equipamentos na planta, a estimativa de custo e prazos de instalação, além de permitir a definição primordial dos materiais a serem empregados. O Projeto Básico não oferece as informações necessárias para execução de instalação.

Projeto Executivo: é o projeto que tem como objetivo definir com precisão todas as características construtivas do sistema, permitindo a correta aquisição de materiais e equipamentos e fornecendo detalhes necessários para os serviços de instalação. Projetos executivos de sistemas de sprinklers são muitas vezes requeridos para aprovação nas principais seguradoras e devem cumprir com os requisitos mínimos listados para sua aprovação. O projeto executivo é o que garante integridade, desempenho e atendimento às normas aplicáveis de um sistema. É importante ressaltar que a instalação de um sistema de sprinklers somente deve ser realizada com a utilização de um projeto executivo.

Existem muitas situações em que o contratante já possui uma reserva de água e um sistema de pressurização (casa de bombas) para o sistema de incêndios e busca apenas um projeto de ampliação ou adequação do sistema existente. Quando se trata de um sistema novo, o sistema de pressurização é indispensável. Por esta razão, na tabela de requerimentos foi considerado um item específico para casas de bombas e outro para a distribuição do sistema de sprinklers propriamente dita.

Importante lembrar que cabe ao contratante fornecer ao projetista as plantas e cortes de desenhos civis do empreendimento a ser protegido por sprinklers. Deverá dispor também de desenhos de todos equipamentos, dutos, sistema de iluminação, plataformas e quaisquer outros elementos que causam interferência ao funcionamento do sistema de sprinklers. Caso o contratante não disponha da totalidade destes desenhos e plantas, poderá ser necessário a contratação de serviços de engenharia para este levantamento cadastral.

Existem diferentes aplicações de sistemas de sprinklers além do convencional por tubulação molhada, como por exemplo, sistemas de dilúvio, sistemas de pré-ação, sistemas de combate por espuma, etc. Os detalhes e particularidades de cada aplicação devem ser considerados e adicionados nos detalhamentos sugeridos.
 
Tabela 1 completa.png

Tabela 1 completa.png


Tabela 2 completa.png

Tabela 2 completa.png


Os requerimentos aqui apresentados, representam o mínimo desejável para cada tipo de projeto. No entanto, cada projetista poderá acrescentar elementos que visam obter um projeto mais compreensível e rico em detalhes que irão facilitar sua interpretação.

Também é preciso considerar que a implantação completa de um sistema de sprinklers pode exigir recursos e projetos complementares que podem ou não ser escopo de fornecimento do projetista ou da empresa de projetos contratada. Como exemplo podemos citar os projetos civis de casa de bombas, base de reservatório e outros, projeto elétrico do painel de comando da casa de bombas, projeto de abastecimento de água do reservatório, cálculos estruturais de telhados e elementos de suportação da tubulação, drenagem, ancoragem, projeto de supervisão da casa de bombas e chaves de fluxo através do sistema de detecção e alarme de incêndios, dentre outros, conforme demanda de cada projeto.

Colaboraram com este documento:

Daniel Miranda -- Feuertec
Edgard Lyncoli -- Tyco / Ansul
Mariana Junqueira -- Blue Fire
Paulo Floriano -- Rileva Detecta
Thaisa Leão -- Ipê Consultoria


 
Sobre a ABSpk:

A Associação Brasileira de Sprinklers, fundada no início de 2011, nasceu com o objetivo básico de fomentar o uso de sprinklers no mercado nacional. Sua função é promover a discussão, bem como implementar ações, no intuito de que todo sistema de sprinkler, projetado, instalado e mantido, no Brasil, seja tratado de maneira técnica, profissional e ética.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »