17/02/2022 às 18h15min - Atualizada em 18/02/2022 às 00h02min

Covid-19: Brasil registra 27,9 milhões de casos e 641,9 mil mortes

Há, de acordo com o Ministério da Saúde, 2.587.449 casos ativos da doença em acompanhamento por profissionais de saúde. Ao todo, 24.708.484 pacientes já se recuperaram.

SALA DA NOTÍCIA Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-02/covid-19-brasil-registra-279-milhoes-de-casos-e-6419-mil-mortes

O total de pessoas infectadas pelo coronavírus subiu nesta quinta-feira (17) para 27.937.835. Em 24 horas, foram registrados 131.049 casos de covid-19. Ontem (16), o painel de informações do Ministério da Saúde contabilizava 27.806.786 casos acumulados.



A quantidade de casos em acompanhamento está em 2.587.449. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta nem evoluíram para morte.



Já a soma de vidas perdidas para a pandemia foi para 641.902. Em 24 horas, foram confirmadas 1.128 mortes. Ontem, o painel de informações da pasta totalizava 640.774 óbitos.



Há ainda 3.119 mortes em investigação, que ocorrem pelo fato de haver casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 demanda exames e procedimentos posteriores.



Até hoje, 24.708.484 pessoas se recuperaram da doença. O número corresponde a 88,4% dos infectados desde o início da pandemia.



Estados



Segundo o balanço do ministério, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (162.517), Rio de Janeiro (71.074), Minas Gerais (58.744), Paraná (41.927) e Rio Grande do Sul (37.784).



Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (1.940), Amapá (2.095), Roraima (2.122), Tocantins (4.074) e Sergipe (6.197).




Covid-19

Covid-19






Covid-19 - Ministério da Saúde



Vacinação



Até hoje, foram aplicadas 376,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 170,2 milhões referentes à primeira dose e 155 milhões relativas à segunda dose ou dose única. Além disso, 46,7 milhões de pessoas já receberam a dose de reforço.




Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »