18/02/2022 às 09h43min - Atualizada em 18/02/2022 às 09h48min

TJ manda demitir 120 comissionados da Prefeitura de Rio Preto

Procuradoria Geral do Município vai aguardar a publicação do acórdão do TJ para se manifestar.

Harley Pacola
Divulgação/SCMS
O Tribunal de Justiça (TJ) determinou na quarta-feira, dia 16, a demissão de 120 funcionários comissionados dos quadros da Prefeitura de Rio Preto.
Decisão vai atingir servidores que não são concursados e ocupam cargos comissionados, como coordenadores e diretores de secretarias e departamentos municipais. Cargos comissionados de assessores de secretaria e assessores especiais foram preservados.
 
Após uma ação movida pelo diretório estadual do Partido Socialismo e Liberdade (Psol), o TJ julgou inconstitucionais quatro leis municipais que criaram esses cargos, pois apresentam descrições genéricas dos trabalhos executados pelos funcionários.Outras 533 funções gratificadas também deverão ser extintas. São funções de gerência e chefia de setores e seções ocupadas por servidores concursados. Para ocupá-las, os servidores recebem gratificações, além do salário.
 
O TJ deu prazo de 120 dias para a Prefeitura de Rio Preto demitir os funcionários comissionados e acabar com as funções gratificadas.
A Prefeitura não confirma a quantidade de servidores afetados com decisão judicial. A Procuradoria Geral do Município vai aguardar a publicação do acórdão do TJ para se manifestar.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »