21/02/2022 às 11h39min - Atualizada em 21/02/2022 às 18h12min

Appgate nomeia Leo Taddeo como Chief Information Security Officer (CISO) e presidente da divisão federal da empresa

Ex-funcionário do FBI foi escolhido para fornecer direção estratégica e supervisão para diretivas federais

SALA DA NOTÍCIA Genilson Oliveira

A Appgate (OTC: APGT), especializada em acesso seguro, acaba de nomear Leo Taddeo como Chief Information Security Officer (CISO) e presidente da divisão federal da empresa. Como CISO, Taddeo dirigirá as operações de segurança global, gerenciamento de crises e processos de continuidade de negócios. Além disso, supervisionará os negócios de governo federal da companhia, colaborando com as equipes de vendas e de liderança técnica para definir e fornecer novas soluções Zero Trust para atender às necessidades e resultados desejados pelos clientes do setor público da empresa. Ele se reportará diretamente ao CEO da Appgate, Barry Field.

 

“A ordem da Casa Branca para que as organizações federais fortaleçam suas defesas cibernéticas mudando para uma arquitetura Zero Trust representa um momento importante na segurança cibernética dos EUA. Estou animado com a tremenda oportunidade que isso representa para a Appgate, uma líder reconhecida que há muito defende essa abordagem moderna de segurança, seja para o setor público ou privado”, afirmou Taddeo. 

 

“Poucos conhecem melhor as necessidades de segurança das agências governamentais e seus funcionários do que Leo. Sua experiência prática, habilidades de liderança e profundo conhecimento da esfera federal são incomparáveis. Não poderíamos estar mais satisfeitos em recebê-lo na equipe da Appgate enquanto continuamos a expandir nosso portfólio de soluções de segurança Zero Trust para atender aos desafios mais difíceis de nossos clientes”, disse Barry Field, CEO da Appgate.

 

Anteriormente, Taddeo foi o CISO da Cyxtera, da qual a Appgate se desmembrou em 2020, onde também ocupou o cargo de presidente da Cyxtera Federal Group. Ele é ex-agente especial encarregado das operações especiais/divisão cibernética do escritório do FBI em Nova York. 

 

Nessa função, dirigiu mais de 400 agentes especiais e pessoal de suporte profissional, conduzindo investigações cibernéticas, operações de vigilância, suporte de tecnologia da informação e gerenciamento de crises. As responsabilidades anteriores se concentraram nas operações internacionais do FBI, incluindo o serviço como Chefe de Seção na Divisão de Operações Internacionais, onde gerenciou operações na África, Ásia e Oriente Médio.

 

Ele se formou em física aplicada em 1987 pelo Rensselaer Polytechnic Institute. Depois de completar seus estudos, Taddeo serviu como oficial de tanques no Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA e, em 1991, foi premiado com a medalha Purple Heart e Bronze Star por valor por seu serviço na Guerra do Golfo. Após seu serviço, Taddeo ganhou um Juris Doctor da Universidade de St. John. Após a formatura, ingressou no escritório de advocacia Mound, Cotton & Wollan, em Nova York, onde atuou na área de litígio civil até ingressar no FBI. Taddeo é graduado pelo CISO Executive Program da Carnegie Mellon University. Ele tem as certificações Certified Information Systems Security Professional (CISSP) e GIAC Certified Incident Handler.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »