21/02/2022 às 21h06min - Atualizada em 22/02/2022 às 18h40min

Dicas de manutenção podem proteger telhados de chuvas intensas

Coordenador do curso de Engenharia Civil da Anhanguera explica como é possível preservar estrutura de residências em época de temporais

SALA DA NOTÍCIA Ideal H+K Strategies
As últimas semanas estão sendo marcadas por recordes históricos em níveis pluviométricos, com a cidade de São Paulo registrando o maior índice de precipitação de chuva em um mês de janeiro desde 2017. A previsão é que as chuvas continuem: de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o volume total esperado para fevereiro é de 220,8 mm. As tempestades fortes, muitas vezes acompanhadas de granizos, atingem residências nas zonas urbanas e rurais e causam estragos em suas superfícies, provocando proliferação de bolor nas paredes, goteiras e outros problemas que podem prejudicar o dia a dia de uma residência.
Segundo o coordenador do curso de Engenharia Civil da Faculdade Anhanguera, professor Ricardo Crivelini, as questões voltadas à construção do imóvel, como o desrespeito à inclinação de 20º a cada 1 metro do telhado ou à impermeabilização de lajes, podem se tornar um grande problema em dias chuvosos. “Mas existem formas para realizar a manutenção de modo a preservar as telhas e impedir que a água entre para o interior dos estabelecimentos”, explica.
A principal recomendação do docente é realizar vistorias periódicas para verificar se as peças estão posicionadas corretamente e se estão em bom estado, além de ter atenção a sinais de irregularidade e frestas de luz dentro do ambiente coberto. Um ponto de atenção é a verificação da existência de manchas no forro da casa, ou pontos de umidade. “Isso significa que muito provavelmente existe um problema com o telhado da sua casa”, afirma.
A manutenção de telhas cerâmicas deve ser feita anualmente, por meio de limpeza com cloro e jatos de alta pressão para retirar o limo, bolor e o acúmulo de folhas, galhos e outras sujeiras. Fissuras podem ser consertadas com fitas adesivas betuminosas e outros materiais específicos para selagem destas. “É possível também aumentar a proteção e a durabilidade do telhado usando impermeabilizantes como borracha líquida ou mantas aluminizadas”, explica.
CALHAS
Sobrecarga de calhas e rufos em cidades onde as chuvas são mais intensas pode provocar infiltrações na residência. “É importante que a estrutura seja adequada para receber a vazão de água e que a sujeira seja retirada a cada seis meses para evitar maiores danos. Observar a estrutura como um todo e realizar as manutenções periódicas são pontos fundamentais para evitar problemas”, indicada o coordenador. Em lares com árvores por perto, além de fazer a poda constantemente, é interessante utilizar pequenas redes, que vão facilitar a limpeza de folhas e outros detritos que podem obstruir o caminho das águas.
O docente recomenda que todo procedimento em telhados seja feito com a ajuda de um profissional especializado, uma vez que é um local perigoso e de difícil acesso.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »