23/02/2022 às 11h58min - Atualizada em 23/02/2022 às 13h11min

BC: contas externas têm saldo negativo de US$ 8,1 bi em janeiro

Em 12 meses, o déficit chegou a US$ 27,7 bilhões, o que representa 1,71% do PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país, ante 1,74% do PIB, no mês anterior.

SALA DA NOTÍCIA Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2022-02/bc-contas-externas-tem-saldo-negativo-de-us-81-bi-em-janeiro

As contas externas tiveram saldo negativo de US$ 8,1 bilhões em janeiro de 2022, informou hoje (23), o Banco Central (BC). Com o resultado, o Brasil acumula, em 12 meses, déficit de US$ 27,7 bilhões em transações correntes, o que representa 1,71% do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país), ante US$ 27,9 bilhões (1,74% do PIB) no mês anterior e US$ 21,9 bilhões (1,54% do PIB) em janeiro de 2021. As transações correntes são as compras e vendas de mercadorias e serviços e transferências de renda com outros países.



O BC disse que em janeiro de 2022, o déficit na conta de renda primária (lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários) aumentou 7,8% em relação a janeiro de 2021 e totalizou US$ 5,4 bilhões. As despesas líquidas de lucros e dividendos aumentaram para US$ 2,5 bilhões, ante US$ 1,1 bilhão em janeiro de 2021. A elevação do défict em lucros decorreu, principalmente, do aumento de US$ 1,1 bilhão nas despesas, para US$ 3,8 bilhões em janeiro de 2022, enquanto as receitas reduziram US$ 322 milhões, na mesma base comparativa. Já as despesas líquidas com juros somaram US$ 2,9 bilhões no mês, retração de 25,5% na comparação com janeiro de 2021, com aumento das receitas e redução das despesas.



Investimentos



O BC informou ainda que, em janeiro, o Investimento Direto no País (IDP) somou US$ 4,7 bilhões em janeiro de 2022, ante US$ 3,5 bilhões em janeiro de 2021. As operações intercompanhia (como os empréstimos da matriz no exterior para a filial no Brasil) registraram ingressos líquidos de US$ 307 milhões no mês.



Nos 12 meses encerrados em janeiro, o IDP totalizou ingressos líquidos de US$ 47,7 bilhões (2,94% do PIB), ante US$ 46,4 bilhões (2,89% do PIB) no mês anterior. Em janeiro, os ingressos líquidos somaram US$ 38,4 bilhões (2,70% do PIB)



Em janeiro de 2022, os investimentos diretos no exterior (IDE) apresentaram aplicações líquidas de US$ 1,9 bilhão, dos quais US$ 1,3 bilhão em participação no capital - reinvestimento de lucros. Nos 12 meses encerrados em janeiro de 2022, o IDE totalizou aplicações líquidas no exterior de US$ 18,7 bilhões.



Balança comercial



Segundo o BC, a balança comercial de bens registrou déficit de US$ 1,5 bilhão em janeiro de 2022, ante saldo negativo de US$2,6 bilhões em janeiro de 2021. As exportações de bens totalizaram US$19,8 bilhões e as importações de bens, US$21,3 bilhões, incrementos de 31,3% e 20,4% em comparação a janeiro de 2021.



As importações no âmbito do Repetro (regime aduaneiro especial) somaram US$ 41 milhões em janeiro de 2022 (US$1,7 bilhão em janeiro de 2021). O Repetro é o regime aduaneiro especial que suspende a cobrança de tributos federais, de exportação e de importação de bens que se destinam às atividades de pesquisa e de lavra das jazidas de petróleo e gás natural, principalmente as plataformas de exploração.



Serviços



O déficit na conta de serviços (viagens internacionais, transporte, aluguel de equipamentos e seguros, entre outros) somou US$1,5 bilhão em janeiro de 2022, aumento de 51,2% em relação a janeiro de 2021.



A conta de viagens internacionais registrou despesas líquidas (receitas de estrangeiros no Brasil menores que os gastos de brasileiros no exterior) de US$ 269 milhões no mês, ante US$ 39 milhões em janeiro de 2021.



“Destaca-se, na mesma base de comparação, o crescimento dos fluxos brutos de receitas de viagens, 56,8%, totalizando US$ 421 milhões, e despesas de viagens, 124,3%, somando US$ 690 milhões. As despesas líquidas de transportes somaram US$ 542 milhões em janeiro de 2022, ante US$ 351 milhões em janeiro de 2021, seguindo a tendência de expansão da corrente de comércio exterior”, disse o BC.



Projeção



Para o mês de fevereiro de 2022, a estimativa para o resultado em transações correntes é de déficit de US$ 2,6 bilhões, enquanto a de IDP é de ingressos líquidos de US$ 10 bilhões.




Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/feed/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »