23/02/2022 às 11h00min - Atualizada em 23/02/2022 às 13h22min

Golpes românticos: como reconhecer os sinais de que você está sendo enganado

ESET alerta sobre golpes românticos, e dá dicas para não cair neles

SALA DA NOTÍCIA João Pedro Voltarelli
assessoria de imprensa
 

São Paulo, 23 de fevereiro de 2022 – A busca por alguém especial com quem compartilhar a vida ocorre cada vez mais no mundo online. Como resultado, o mercado global de namoro online deverá atingir quase US$ 3,6 bilhões até 2025. Mas há uma coisa a ter em mente: você não pode acreditar em tudo que lê ou em todos que encontra online.

 

Golpes de romance ou namoro, às vezes também chamados de golpes de catfishing, ocorrem quando o golpista adota personas falsas em sites e aplicativos de namoro. Eles fazem amizade com os corações solitários, constroem um relacionamento e até chegam a propor casamento a eles. Mas, logo, eles pedem dinheiro ou abrem uma nova conta bancária para usar. Eles usam essas contas para lavar o dinheiro que recebem de outras vítimas, transformando as vítimas de fraude romântica em mulas de dinheiro inconscientes. Números de 2018 indicam que 30% das vítimas foram usadas como mulas de dinheiro. Eles podem até tentar persuadir as vítimas a enviar fotos ou vídeos comprometedores e depois tentar chantageá-los.

 

“Uma coisa é clara: fraude de namoro é um grande negócio. Em oitavo lugar na lista dos tipos de crimes cibernéticos mais relatados nos Estados Unidos, em 2021 os golpes de romance ficaram em segundo lugar em perdas, permitindo que os golpistas arrecadassem mais de US$ 600 milhões, um valor que ultrapassou US$ 500 milhões em 2020”, menciona Camilo Gutiérrez Amaya, chefe do Laboratório de Pesquisa ESET América Latina. 

 

Felizmente, muitos desses golpes seguem um padrão semelhante. A ESET compartilha abaixo os sinais a serem observados ao conhecer uma nova pessoa online:

  • Fazer de conta que vive ou trabalha fora do país em que a vítima se encontra.
  • Alegar estar trabalhando em uma plataforma de petróleo, nas forças armadas ou como médico.
  • Fazer muitas perguntas pessoais à vítima.
  • Ser evasivo quando perguntado sobre sua vida.
  • Tentar avançar muito rapidamente no relacionamento e declarar seu 'amor' em pouco tempo.
  • Dar desculpas cada vez mais elaboradas para não se ver pessoalmente ou participar de uma videochamada.
  • Geralmente são rápidos em mover a conversa do site ou aplicativo de namoro para um bate-papo privado.
  • Ter fotos de perfil perfeitas.
  • Contar histórias de vida complicadas para argumentar por que eles precisam de dinheiro. Isso geralmente inclui a necessidade de pagar:
    • Gastos de viagem. Por exemplo, passagens aéreas. 
    • Gastos médicos.
    • Vistos e documentos de viagem.
    • Dívidas de jogo.
    • Taxas alfandegárias aplicadas a itens importados.



 

Se eles pedirem dinheiro, aqueles por trás do golpe amoroso geralmente pedirão uma transferência, ou possivelmente pedirão ao seu amor cartões-presente ou cartões pré-pagos com dinheiro. Se a vítima se recusar, o golpista continuará a assediá-los até que eles cedam, possivelmente usando desculpas cada vez mais elaboradas para explicar por que eles precisam do dinheiro. Algumas vítimas perderam dezenas ou mesmo centenas de milhares dessa maneira.

 

A ESET recomenda antecipar essa situação e pesquisar sobre qualquer pessoa que você conheça na Internet. Embora não pareça romântico, se tratando de contatos quase anônimos, pode lhe poupar dores de cabeça e dinheiro a longo prazo. Ao procurar informações sobre a pessoa, a ESET aconselha:

  • Faça uma pesquisa reversa da sua foto de perfil (por exemplo, com o Google Images) para ver se ela corresponde a outros nomes ou detalhes e, assim, descobrir se é uma imagem roubada.
  • Procure o nome e outros detalhes para ver se a história de vida da pessoa corresponde às informações da Internet.


 

“Para minimizar as chances de ser alvo de um possível golpe amoroso, não compartilhe muitos detalhes pessoais publicamente nas redes sociais. Vá devagar com qualquer novo relacionamento online e faça muitas perguntas. Se as respostas forem evasivas, você deve ter cuidado. É desnecessário dizer que você nunca deve enviar dinheiro para alguém que não conheceu pessoalmente, abrir novas contas bancárias para eles ou enviar fotos ou vídeos comprometedores”, aconselha o especialista ESET.

 

O que fazer se você suspeitar que se tornou uma vítima?

  • Corte imediatamente todos os tipos de comunicação com a pessoa.
  • Converse com um amigo ou membro da família para obter uma opinião honesta sobre eles.
  • Se foi pago com vale-presente, entre em contato imediatamente com o fornecedor e verifique se eles podem devolver o dinheiro.
  • Relate o incidente às autoridades do seu país.
 

“O namoro remoto tem se tornado cada vez mais comum em tempos de pandemia. Infelizmente, isso também abre a porta para golpistas. Se o pior acontecer e você se tornar uma vítima, é muito importante que você não sofra em silêncio. Não tenha vergonha e denuncie o crime. Suas ações podem ajudar os outros a evitar a dor”, conclui o pesquisador da ESET.

 

Para saber mais sobre segurança da informação, visite o portal de notícias da ESET: https://www.welivesecurity.com/br/2021/02/18/casos-de-golpes-romanticos-cresceram-em-2020/

 

Por outro lado, a ESET convida você a conhecer o Conexão Segura, seu podcast para descobrir o que está acontecendo no mundo da segurança informática. Para ouvir acesse: https://open.spotify.com/show/61ScjrHNAs7fAYrDfw813J 



 

Visite-nos em: 

https://ci3.googleusercontent.com/proxy/mv2TRBsCBOHs7tqLenzAMpaXbffoBcX68VzmD0QbYFUVgl0dzI7OHDNYq3PE0nAd_FP5W5mm3MUaO3nDnajVjqeLwBzFlhK8zTaC2tHcfKrF9ct8ycLBwCuM=s0-d-e1-ft#http://files.workr.com.br/ViewImage.aspx?image=X6UNK8EgL7is129efDtDrA==

https://ci3.googleusercontent.com/proxy/mv2TRBsCBOHs7tqLenzAMpaXbffoBcX68VzmD0QbYFUVgl0dzI7OHDNYq3PE0nAd_FP5W5mm3MUaO3nDnajVjqeLwBzFlhK8zTaC2tHcfKrF9ct8ycLBwCuM=s0-d-e1-ft#http://files.workr.com.br/ViewImage.aspx?image=X6UNK8EgL7is129efDtDrA==

 @eset_brasil    
https://ci6.googleusercontent.com/proxy/TozpVzhzTrGN46Na2RxaKuguB3m2AlAEcunfcXHuWreWwH5Sp9EqC290R2WeNe_41WkSsTWyyagw_Ksvv38aRRS-hI9sY_GAZTbyOrfaBvqRg45XiPCALXe5=s0-d-e1-ft#http://files.workr.com.br/ViewImage.aspx?image=Gni5FqmY3Dz6wiGQ+y3HLw==

https://ci6.googleusercontent.com/proxy/TozpVzhzTrGN46Na2RxaKuguB3m2AlAEcunfcXHuWreWwH5Sp9EqC290R2WeNe_41WkSsTWyyagw_Ksvv38aRRS-hI9sY_GAZTbyOrfaBvqRg45XiPCALXe5=s0-d-e1-ft#http://files.workr.com.br/ViewImage.aspx?image=Gni5FqmY3Dz6wiGQ+y3HLw==

  /company/eset-brasil

Sobre a ESET

 

Desde 1987, a ESET® desenvolve soluções de segurança que ajudam mais de 100 milhões de usuários a aproveitar a tecnologia com segurança. Seu portfólio de soluções oferece às empresas e consumidores de todo o mundo um equilíbrio perfeito entre desempenho e proteção proativa. A empresa possui uma rede global de vendas que abrange 180 países e possui escritórios em Bratislava, San Diego, Cingapura, Buenos Aires, Cidade do México e São Paulo. Para mais informações, visite www.eset.com/br ou siga-nos no LinkedIn, Facebook e Twitter.

 

Copyright © 1992 - 2021. Todos os direitos reservados. ESET e NOD32 são marcas registradas da ESET. Outros nomes e marcas são marcas registradas de suas respectivas empresas.

 

Contatos para Imprensa:

(11) 97673-2530
(11) 5096-5401

João Voltarelli - joaovoltarelli@aboutcom.com.br

Vanessa Ferreira - vanessaferreira@aboutcom.com.br

Laiza Piassali - laizapiassali@aboutcom.com.br

Manuel Quilarque - manuelquilarque@aboutcom.com.br

 


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »