23/02/2022 às 17h09min - Atualizada em 23/02/2022 às 21h01min

Ilca Barcellos abre a exposição 'Squatters' no Espaço Cultural Correios Niterói, no dia 12 de março, com curadoria da Tartaglia Arte.

A mostra traz um conjunto de meta-trabalhos que se conectam com o público, misturando a arte e a ciência

SALA DA NOTÍCIA PAULA MARIA CORREA RAMAGEM SOARES
Paula Ramagem
Divulgação
 
 
 
artista plástica Ilca Barcellos abre a exposição 'Squatters", no Espaço Cultural Correios Niterói, com curadoria da Tartaglia Arte, onde apresenta um conjunto de meta-trabalhos, misturando a arte e a ciência, resultado de sua trajetória como artista e bióloga. 
 
A mostra traz uma instalação e dez colagens digitais, realizadas entre 2010 e 2020, levando o observador a transitar entre a arte e a natureza, entre o estático e o mutável, entre o controle e o acaso. É impossível ver uma obra de Ilca Barcellos sem uma reação. O espectador sente, ao mesmo tempo, o poder e a delicadeza das obras expostas, criando imediatamente uma conexão.

O termo "Squatt" significa, em inglês, o ato de ocupar espaços sem uso por pessoas que não tem moradia – os " Squatters" (posseiros) – e, também, por aqueles que os utilizam em suas manifestações artísticas. A artista Ilca Barcellos faz exatamente isso: apropria-se do espaço  com sua instalação "SQUATTERS". Trata-se de um conjunto de seres fictícios – esculturas em cerâmica e espuma expansiva – mimetizados e camuflados entre elementos da flora natural. Exposta previamente na Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba de 2019, nesta instalação seres naturais e ficcionais se aproximam, pela forma, pelas cores e/ou pela textura. A poética da vida e do mutável ocupa o espaço museológico, previsível e fixo.  
 
Para além desta instalação, a mostra apresenta também colagens digitais (nomeadas crossing-over). Recuperando o conceito do geneticista Thomas Morgan, as colagens recombinam fragmentos de desenhos realizados entre 2017 e 2020, e fotografias da exposição Squatting realizada em 2011, na qual as esculturas cerâmicas de Ilca Barcellos ocuparam o jardim do Museu Histórico de Santa Catarina.

Os trabalhos expostos revelam-se como uma intersecção de obras realizadas ao longo de uma década em faturas diversas – esculturas, instalações, desenhos e fotografias. Construídos por meio do diálogo entre arte e ciência, o natural e o artificial, o controle e o acaso, sintetizam em seu conjunto o próprio percurso artístico de Ilca Barcellos: "Iniciei na arte pelo tridimensional e pela cerâmica, aos poucos fui explorando outras faturas e linguagens: instalações, desenhos, esculturas, colagens e pinturas". Indagada sobre quais palavras representam a exposição "squatters", Ilca Barcellos responde: "pulsar e transgredir"!

"Por meio das colagens digitais nomeadas Crossing-over, amalgamam-se fragmentos de desenhos realizados em 2019 e de esculturas cerâmicas fotografadas em sua montagem na supracitada exposição Squatting. Ao utilizar estes registros fotográficos e desenhos como suporte para elaboração de novos trabalhos, Ilca Barcellos coloca em questão as relações entre o bi e tridimensional, entre o dentro e o fora, entre a obra e sua representação; revela tanto o acaso na natureza e como na criação artística. Estes trabalhos recriam uma paisagem onírica em que se entrelaçam camadas de linguagens distintas; perde-se a noção da perspectiva bem como as referências do que é representação e do que é obra". (Gisela B. de Souza - Profa. Dra. da Escola de Arquitetura da UFMG)
 
SOBRE ILCA BARCELLOS

Ilca Barcellos é natural de Pelotas/RS, mas vive e trabalha entre Florianópolis/SC e Belo Horizonte/MG. Artista visual, graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Catarina e mestre em Biologia Vegetal pela Université Pierre et Marie Curie, Paris VI, combina arte e ciência para expressar seu duplo percurso.
Site: www.ilcabarcellos.com

Formação Acadêmica

1984 - Mestre en Biologie Végétale-  Université Pierre et Marie Curie - PARIS VI, Paris, França.
1978 - Graduada em Ciências Biológicas - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil.

Prêmios

2019
Curta-documentário Odradekianas, Prêmio Catarinense de Cinema com direção e produção de Fernanda do Canto. O curta apresenta quatro artistas catarinenses : Ilca Barcellos, Maria Carmen Von Lisingen, Sara Ramos e Rosana Bortolin. Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=hyxWCfxUHFI

2016
3º lugar do 1º Salão de Artes Visuais. Navegantes, SC.

2007/2008
Prêmio Aquisição MASC - Salão dos Jovens Artistas. Florianópolis, SC.

Residências Artísticas

2017
Casinha#3, São Paulo – SP. Programa de Residência em Parceria com o Espaço Cultural Armazém – Coletivo Elza.

2012
Atelier Doña Iris, Camaguey, Cuba - Patrocínio MINC.

2008
Maison des Arts et de la Culture de Brompton, Sherbrooke, Canada.

Obras em acervos

MUSEU DE ARTE DE SANTA CATARINA – MASC. Florianópolis, SC.
MUSEU DE CERÂMICA ARTÍSTICA DE AVEIRO. Aveiro, Portugal.
MUSEU VILLA DE LA GALERA. Villa de La Galera, Espanha.
MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA. Camaguey, Cuba.
FUNDAÇÃO CULTURAL BADESC. Florianópolis, SC.
PROJETO ARMAZÉM. Florianópolis, SC.

Exposições Individuais

2018

SQUATTERS RESIDENTES. Instalação no jardim do Espaço Cultural Armazém, Florianópolis, SC. Curadoria Juliana Crispe.
VERMELHOS. Galeria SESC, Joaçaba, SC. Curadoria Juliana Crispe.
VERMELHOS. Galeria Municipal Dide Brandão, Itajaí, SC. Curadoria Juliana Crispe.
VERMELHOS. Galeria SESC, São Bento do Sul, SC. Curadoria Juliana Crispe.

2017

SQUATTERS. Instalação no jardim do Espaço Cultural Armazém. Florianópolis, SC. Curadoria Juliana Crispe.
VERMELHOS. Galeria Municipal de Arte Pedro Paulo Vecchietti. Florianópolis, SC. Curadoria Juliana Crispe.

2014

PULSAR DA VIDA. Galerias Sesc em Jaraguá do Sul, São Bento do Sul e Joinville, SC.
PULSAR DA VIDA. Galeria Juarez Machado- Joinville, SC.
PULSAR DA VIDA. Museu de Arte de Blumenau - MAB, Blumenau, SC.
MISE EN ABYME. Fundação Cultural Badesc - Florianópolis, SC.

2013

LA MISE EN ABYME. Galeria Un jour d’Atelier. Paris, França.

2012

SQUATTING. Museu Histórico de Santa Catarina - MHSC, Florianópolis, SC. Curadoria Adson C. B. R. Lima.

2011

TEMPORALIDADES TÁTEIS. Galeria de Arte de Itajaí - Itajaí, SC. Curadoria Adson C. B. R. Lima.

2008

ECOS DA PELE. Museu Histórico de Santa Catarina - MHSC, Florianópolis, SC.
LA GÉNÉTIQUE HEDONISTE, Maison des Arts et de la Culture – Brompton, Sherbrooke, Canadá. Curadoria Adson C. B. R. Lima.

2007

LUDO TRANSGENIA. Centro Integrado de Cultura – CIC. Florianópolis, SC. Curadoria Adson C. B. R. Lima.

Exposições Coletivas |

2020

Relicários de Artistas. Galeria Helena Fretta, Florianópolis, SC.

2019

Arte por Elas. Galeria Helena Fretta, Espaço Expositivo do Tribunal de Contas, Florianópolis, SC.
Obras em Pequena Dimensão. Galeria Helena Fretta, Florianópolis, SC.  
CASA COR 2019. Florianópolis , SC. Curadoria Juliana Crispe.
O Ser e a sua Natureza, ARTE PICTA 2. Instituto Internacional Juarez Machado, Joinville, SC. Curadoria Carlos Franzoi.
OGNUNO IL SUO STILE, L"ARTE E LE SUE FORME. Museu Nacional Correios Brasília – MNCB. Brasília, DF. Curadoria Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez.

2018

16ª edição do Projeto Armazém - O MUNDO COMO ARMAZÉM. Museu de Arte de Santa Catarina- MASC, sala Lindolfo Bell, Florianópolis, SC.
MOSQ. Fundação Hassis, Florianópolis, SC.
ENTRE CLÉA – AUTORRETRATOS. Galeria Pedro Paulo Vecchietti, Florianópolis, SC. Curadoria Franzoi e Néri Pedroso.
OGNUNO IL SUO STILE, L"ARTE E LE SUE FORME. Centro Cultural dos Correios. Rio de Janeiro, RJ. Curadoria Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez.
CASA COR 2018. Florianópolis , SC. Curadoria Marcelo Salum e Helena Fretta.
6X6 CERAMIC TILE. IDB Staff Association Art Gallery, New York, EUA.

2017
Dizer e Ver Cruz e Sousa. Museu Histórico de Santa Catarina - MHSC, Florianópolis, SC. Curadoria de Rosângela Cherem e Juliana Crispe.

2016

ODRADEKIANAS. Museu de Arte de Blumenau - MAB, Blumenau, SC. Curadoria de Rosângela Cherem.
PULSANTES. Museu Hassis - Florianópolis, SC. Curadoria de Luciane Garcez.
7ª edição do Projeto Armazém. NaCasa  - Coletivo Artístico,  Florianópolis, SC.

2015

Labirintos Borgianos. Fundação Ibere Camargo, Porto alegre – Espaço Oficina, Florianópolis e Casa de Cultura, Buenos Aires.
6ª edição do Projeto Armazém. Museu Victor Meirelles - MVM, Florianópolis, SC.
Singularidade da Terra. Museu da Escola Catarinense - MESC, Florianópolis, SC.

2014

MOSTRA COLETIVA CERÂMICA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA. Exposição On-line, Org. São Paulo.
Cada um tem o seu estilo. Show Room da Galleria Tartaglia Arte no Rio de Janeiro, RJ.

2013
Entre linhas. Centro Integrado de Cultura – CIC. Florianópolis, SC.
Exposición de Clausura. Museo de Arte Contemporánea de Camagüey, Cuba.

2010

Artistas em Exposição. Galerie des artistes du Canton, Magog, Québec, Canadá.
Coletiva Sudamerica. Galleria Tartaglia Arte, Roma, Itália.
Festival de Arte de Gavinana. Florência, Itália.
26ª Exposição dos funcionários da UFSC. Galeria de Arte da UFSC, Florianópolis, SC.
Guardar.  Museu Histórico de Santa Catarina - MHSC, Florianópolis, SC.

2009
25ª EXPOSIÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA UFSC. Galeria de Arte da UFSC, Florianópolis, SC.

Participações em Salões e Bienais

2020

Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, 21ª edição do Projeto Armazém - "TIPOGRAFIA - substantivo feminino", Curadoria Juliana Crispe,
Design Center, Curitiba, PR.

2019

Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba – Polo SC. FRONTEIRAS EM ABERTO. Museu de Arte de Santa Catarina - MASC - Florianópolis, SC. Curadoria Francine Goudel, Juliana Crispe e Sandra Makowiecky.
Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, 19ª edição do Projeto Armazém - "TIPOGRAFIA - substantivo feminino", Curadoria Juliana Crispe,
Choque Cultural, São Paulo, SP.

2017

1º Salão de Artes Visuais. Navegantes ,SC.
Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba – Polo SC. FOTOGRAFIAS SEUS SISTEMAS HÍBRIDOS E FRONTEIRIÇOS. Fundação Cultural Badesc - Florianópolis, SC. Curadoria Francine Goudel, Juliana Crispe e Sandra Makowiecky.

2016
3º Prêmio de Arte Contemporânea da Aliança Francesa. Florianópolis, SC.

2015
Salão Nacional de Arte Contemporânea. Jataí , Goiás.

2013
11ª Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro. Aveiro Portugal.
Concours International de Céramique. Carouge,  Genebra, Suíça.

2011
4ª Bienal del Mosaico Contemporáneo, San Nicolas de los Arroyos, Argentina.
10ª  Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro. Aveiro, Portugal.

2010

3º Salão Nacional de Cerâmica Artística, Curitiba
4ª Trienal del Tile Cerámico – elit-tile, Santo Domingo, República Dominicana.
Biennal de Ceràmica i Terrissa – Villa de la Galera – Espanha.

2009
9ª Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro. Aveiro, Portugal.

2008
2º Salão Nacional de Cerâmica Artística, Curitiba
 
SOBRE A TARTAGLIA ARTE

A Tartaglia Arte foi fundada em 1950 como um estúdio de pintura pelo artista Piero Tartaglia, então conhecido como Piery. Após alguns anos, criou um ponto de referência e encontro cultural com outros artistas e jovens talentos onde, sob a orientação do Mestre, desenvolveram seu estilo pessoal. A paixão avassaladora de Tartaglia  pela expressão pictórica com explosões de cor pura e contrastes violentos que tornam a tela viva, deu vida à Escola do Disgregacionismo.  Posteriormente fundou as Galerias, para exposição permanente de seus trabalhos e os de seus alunos, e que hoje são dirigidas pelo filho Riccardo.

O amor pela arte e uma visão cultural ampla são as peculiaridades deste grande artista, e representam sua herança moral e espiritual. Herança que continua sendo representada por Riccardo Tartaglia, que trabalha com a mesma seriedade e tenacidade na propagação da arte, através de exposições e eventos internacionais. Mas tudo com a assinatura de Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez, o que confere um atestado de credibilidade e sensibilidade criativa.
Site: tartagliaarte.org


SERVIÇO


Exposição: "Squatters"
Artista: Ilca Barcellos
Curadoria: Tartaglia Arte - Riccardo Tartaglia e Regina Nobrez
Instagram: @riccardotartaglia   @reginanobreztartaglia
Abertura: 12 de março de 2022 às 14h
Visitação: de 14 de março a 23 de abril de 2022
Dias e horários: de segunda a sexta, das 11h às 18h e sábado das 13h às 17h
Local: Espaço Cultural Correios Niterói - 1º pavimento, sala I
Endereço: Av. Visconde do Rio Branco, 481 - Centro - Niterói - RJ
Entrada franca
Censura Livre
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
Realização: Tartaglia Arte
Apoio: Consolato Onorario Italiano (Florianópolis, SC) / CIB-SC / PR Assessoria de Imprensa /Espaço Cultural Correios / Ministério das Comunicações

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »