23/02/2022 às 18h05min - Atualizada em 23/02/2022 às 22h30min

Governo Federal reconhece situação de emergência em dez cidades brasileiras atingidas por desastres naturais

Em Santa Catarina e no Rio Grande do Norte, os municípios foram afetados pela estiagem e pela seca. Já em São Paulo, o problema são as chuvas intensas

SALA DA NOTÍCIA Brasil 61
https://brasil61.com/n/governo-federal-reconhece-situacao-de-emergencia-em-dez-cidades-brasileiras-atingidas-por-desastres-naturais-pmdr220887

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), reconheceu a situação de emergência em mais dez cidades do País afetadas por desastres naturais. As portarias com os reconhecimentos foram publicadas na edição desta quarta-feira (23) do Diário Oficial da União (DOU). Portaria 1 e portaria 2.

Em Santa Catarina, seis municípios tiveram a situação de emergência reconhecida devido à estiagem. São eles: Barra Bonita, Campo Erê, São João do Oeste, Abelardo Luz, Palma Sola e Saudades.

No Rio Grande do Norte, três cidades – Boa Saúde, Assú e Ielmo Marinho – obtiveram o reconhecimento federal em razão da seca, que é um período de falta de chuvas mais longo do que a estiagem.

Governo Federal reconhece situação de emergência em mais 11 cidades atingidas por temporais

Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em mais cinco cidades atingidas pela estiagem

Chuvas intensas

Já em Franco da Rocha, no estado de São Paulo, a situação de emergência foi reconhecida por causa das fortes chuvas que atingiram o município. O município já havia obtido o reconhecimento federal anteriormente a partir de procedimento sumário, que ocorre em casos de desastres de grandes proporções e com base apenas no requerimento e no decreto de emergência ou de calamidade do estado ou do município. O objetivo é acelerar as ações federais de resposta.

Como solicitar recursos

Após a concessão do status de situação de emergência pela Defesa Civil Nacional, os municípios atingidos por desastres estão aptos a solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada. As ações envolvem restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados.

A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante a ser liberado.

]]>

Fonte: https://brasil61.com
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »