24/02/2022 às 10h43min - Atualizada em 24/02/2022 às 10h51min

Visualização de dados: a arte de comunicar

Por Giovanna Gadelha

SALA DA NOTÍCIA Giovanna Gadelha

Representar dados e informações de forma visual é uma estratégia poderosa para facilitar e simplificar a comunicação – e a tomada de decisão. Nós somos estimulados por formas, cores e percepções visuais desde nosso primeiro contato com as informações que o mundo gera. Assim, o processamento que fazemos para chegar a conclusões ou questionamentos é naturalmente estimulado pelo olhar. O esforço que temos para analisar uma tabela cheia de números e textos é bem maior que ao visualizar um gráfico. No contexto atual, o grande objetivo deve ser comunicar através de dados – e de maneira simples. Assim, entenderemos cada vez mais todo o nosso redor e seremos capazes de tomar melhores decisões.
 

Todo esse conceito está incorporado em nossa sociedade desde os primórdios, e é possível percebê-lo principalmente por meio da cultura, como a arte e o cinema. Assim, dados e informação caminham juntos e percorrem todos os setores e níveis que estão presentes em nossa rotina: jornalismo, economia, ciências e políticas, por exemplo. Confúcio, filósofo chinês, é autor da popular frase “Uma imagem vale mais que mil palavras”. Se olharmos para todo o desenvolvimento da nossa espécie, fica claro como figuras, objetos e criações que indicam, de maneira objetiva, o significado de algo impactaram a comunicação.
 

O que é a visualização de dados

De maneira direta, a visualização de dados, ou DataViz, permeia o significado de representar graficamente os dados, transformando-os em informações relevantes e de fácil entendimento. Com ela, é possível encontrar tendências, padrões e exceções em um determinado conjunto de dados. As principais representações que são encontradas são as tabelas, diagramas, mapas, painéis e os gráficos, sejam eles de barras, de coluna, de áreas, de pizza entre tantos outros. Todo o processo de criação envolve habilidades técnicas de manipulação de dados e contexto de negócio para saber as perguntas certas a serem feitas. Além disso, ela está ligada com o design e a contação de histórias, transformando-a na arte de comunicar.
 

Para entendermos o contexto histórico e a tamanha importância da visualização de dados em nossa sociedade, devemos voltar para o século 18, tempo em que William Playfair, estatístico, foi responsável pela criação do gráfico de linhas, barras, de pizza e de círculos. Podemos também encontrar a visualização de dados em momentos importantes da história do mundo, como o gráfico de John Snow, que mapeou o surto de cólera no século 19. Outra visualização famosa foi a de Charles Joseph Minard, que, em 1812, mapeou a Marcha de Napoleão para a Rússia com um gráfico informativo do percurso que incluiu informações sobre a quantidade de soldados em cada local.

Alguns dos fatores que a visualização de dados pode trazer como benefício são: detalhamento de determinado conjunto de dados; compartilhamento, cumprindo o papel de facilitar a comunicação;  possibilita comparações e previsões com uma abordagem mais eficiente, auxiliando diretamente a tomada de decisão; e grande impacto nos resultados, independentemente da área que a utiliza.

Através de todos esses itens, empresas, organizações e instituições conseguem ter um controle melhor do seu negócio e garantem meios mais rápidos de consulta do cenário; com isso conseguem trabalhar em planos do presente e do futuro, com uma base sólida de seus próprios dados. Por esse motivo, a área de Business Intelligence utiliza a visualização de dados para transmitir as análises que auxiliarão na tomada de decisão, tornando a cultura data driven cada vez mais presente nas empresas. 
 

Qual a importância do DataViz?

Sabe-se que a visualização de dados está diretamente ligada ao design, que engloba conceitos de percepção visual. Sua importância está relacionada, para além de informar, em informar de maneira certeira. Para isso, é preciso entender quais são os melhores tipos de gráficos ou de outras representações para cada cenário específico. Os Princípios de Gestalt explicam as respostas que o cérebro humano obtém a partir de diferentes visuais.

A escola de psicologia de Gestalt defende a ideia de que nós possuímos a tendência natural de perceber padrões, estruturas e lógica de acordo com o que nos é apresentado. No total, são 7 princípios que explicam essa teoria e nos auxiliam a construir visuais baseados nessas inteligências, sendo eles: Proximidade, Similaridade, Continuidade, Fechamento, Conexão, Figura-Fundo e Enclausuramento.
 

Ferramentas para trabalhar com visualização de dados

Com alta necessidade de visualização de dados, não nos faltam tecnologias que possibilitam, de maneira simples e assertiva, importar conjunto de dados, manipulá-los e construir nossas representações gráficas, também conhecidas como ferramentas de BI (Business Intelligence).

No mercado atual, há diversas escolhas que podemos fazer. Um indicador importante é o Quadrante Mágico do Gartner, que avalia e divulga, anualmente, 24 agentes mais relevantes no mercado em setores da tecnologia, auxiliando na pesquisa e na tomada de decisão de acordo com a demanda de cada negócio. Vejamos, então, o quadro para ferramentas de visualização de dados:


Microsoft Power BI Desktop

O Power BI Desktop faz parte do conjunto de serviços da Microsoft desde 2015 e permite a conexão entre diversas fontes de dados, desde o excel até bancos de dados como PostgreSQL e SQL Server. Ele é uma das ferramentas mais poderosas e possibilita a visualização de dados avançados, que podem ser, inclusive, integrados a linguagens de programação como R e Python.


Tableau

O Tableau é outra ferramenta poderosa e de fácil operação, muito utilizada para soluções de BI. Proporciona um fluxo dinâmico e análises detalhadas, auxiliando a captura de insights e visualizações objetivas. Pode-se conectar com diversas fontes de dados, desde Excel até bancos de dados como Oracle e MySQL. Sua característica de destaque é ser intuitivo, facilitando sua implementação nas empresas.


QlikView

Por fim, o QlikView foi desenvolvido pela Qlik, que é uma das principais empresas desenvolvedoras de ferramentas para BI. Ele é indicado principalmente para times de Marketing e sua característica mais forte é a capacidade de gerenciar os dados sem utilizar recursos de consulta. Focado também na precisão e segurança dos dados.


Visualização de dados e business intelligence

Não é possível falar de visualização de dados sem falar em business intelligence e no quanto essas áreas afetam o negócio de uma empresa, sendo a base para uma cultura orientada a dados. Ao entender a importância de analisar dados, transformá-los em informações e comunicarmos isso de maneira assertiva, visual e clara, conseguimos levar até as pessoas os materiais necessários para uma tomada de decisão. Assim, espero que esse artigo tenha cumprido seu objetivo: transmitir de forma simples o conceito e a excelência do que é a visualização de dados.
 

Giovanna Gadelha, analista de dados da ilegra, empresa global de design, inovação e software. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »