24/02/2022 às 11h10min - Atualizada em 24/02/2022 às 14h10min

Cursos preparatórios ajudam médicos recém-formados a entrar na residência

Estratégia desenvolve curso com metodologia de engenharia reversa e aulas interativas em formato de podcast para ajudar na aprovação dos candidatos. Atualmente, 40% das vagas oferecidas para médicos residentes não são preenchidas

SALA DA NOTÍCIA Redação
Estratégia é responsável por 70% das aprovações em concursos públicos. Foto: divulgação.

A residência é uma das etapas mais importantes para a formação profissional de médicos. É durante este período, que também tem caráter de pós-graduação, que o profissional de saúde vivencia o dia a dia da especialidade escolhida. Apesar disso, de acordo com relatório divulgado pela Demografia Médica no Brasil, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), aproximadamente 40% das vagas para a residência médica não são preenchidas.

Observando as movimentações do mercado e as principais dificuldades que estudantes de medicina encontram para garantir a aprovação na prova de residência médica, o Estratégia - grupo de aprendizagem referência em cursos on-line preparatórios para concursos públicos, escolas militares, exames da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), vestibulares e residência médica - criou recentemente o Estratégia MED.

“A nossa metodologia de ensino é focada na aprovação do concurseiro e embasada na engenharia reversa, indicando o que o aluno deve estudar e como estudar. No caso dos cursos preparatórios para residência médica, direcionamos a nossa energia em desenvolver um conteúdo embasado nos temas que realmente são cobrados nas provas, além de criar aulas mais dinâmicas e em diferentes formatos, como podcasts”, comenta Joshua Viana, Coordenador Pedagógico do Estratégia.

Criado há menos de um ano pelo Estratégia, que aliás é responsável pela aprovação superior a 70% dos candidatos a concursos públicos no Brasil, a metodologia do curso para residência médica já tem ajudado na aprovação de alguns candidatos. Nesse período, o Estratégia Med já conseguiu inserir médicos no 1º lugar no Programa de Residência em Clínica Médica do HCPA, 1º Lugar no Programa de Residência em Oncologia Clínica da UFRJ, 1º Lugar na primeira fase no Programa de Residência em Medicina de Emergência da USP-SP, entre outros.

Sudeste concentra mais da metade dos residentes médicos do Brasil
O último relatório da Demografia Médica no Brasil, divulgado em dezembro de 2020, constatou que a região Sudeste concentra 57,3% dos médicos residentes, sendo São Paulo responsável por 33,9% das vagas em âmbito nacional, seguido de Minas Gerais (11,1%) e Rio de Janeiro (10,7%).

“Historicamente, há uma oferta maior de vagas no eixo Rio-São Paulo, uma vez que a taxa de admissão de residentes médicos é maior nestes estados. Porém, este cenário está mudando e a oferta de vagas nas regiões Norte e Nordeste estão aumentando, após a criação de políticas públicas de incentivo”, explica Joshua Viana.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »