25/02/2022 às 10h20min - Atualizada em 25/02/2022 às 15h41min

Loteamento aberto ou condomínio: saiba qual modelo é ideal para você 

As diferenças entre os dois modelos vão desde a infraestrutura até as taxas a serem pagas

SALA DA NOTÍCIA Dariane Carvalho Campos
Divulgação
Embora tenham infraestruturas semelhantes, os loteamentos abertos e os condomínios fechados de lotes são empreendimentos imobiliários com conceitos diferentes. Ou seja, enquanto na primeira modalidade o comprador adquire apenas a área referente ao lote, na segunda o futuro proprietário compra uma fração ideal. E isso engloba não apenas a área de uso privativo, como também a de uso comum, como as ruas de acesso, a área verde e o espaço de lazer.
Mas as diferenças não param por aí. Em alta no mercado imobiliário, os loteamentos abertos disponibilizam infraestrutura básica, como acesso ao saneamento básico, à água e à energia elétrica. E quem compra um terreno adquire direito exclusivo de uso sobre ele. Entretanto, todos os espaços comuns serão de utilização livre, inclusive por quem não for morador da região.
Já no caso dos condomínios, por ter muros que cercam a área do empreendimento e regulam a entrada de pessoas, a gestão e manutenção das áreas comuns é de responsabilidade dos proprietários dos lotes. Só que isso também gera uma vantagem. Somente os moradores e proprietários dos terrenos podem usufruir de toda a infraestrutura ao ar livre nesta modalidade.

Pagamento de taxas
Outro ponto que diferencia o tipo de moradia é o pagamento de taxas adicionais. Quando o espaço é fechado, os proprietários pagam uma taxa mensal de condomínio para manutenção dos espaços comuns.
Nos empreendimentos abertos, os reparos são feitos pelo poder público. Sendo assim, os moradores deverão arcar apenas com os impostos normais incidentes sobre o imóvel e demais serviços individuais contratados. Mas, nada impede que seja criada uma associação de moradores, por exemplo, e novas regras sejam estabelecidas em comum acordo.

Adaptação ao mercado
Foi para atender as demandas dos clientes que buscam empreendimentos com perfis diferentes, que a Alínea Urbanismo, empresa com sede em São José, investiu na diversificação dos seus projetos, de acordo com as particularidades de cada cidade.   
O loteamento Alínea Vivenda Braço do Norte, no sul de Santa Catarina, alia bom investimento e tranquilidade, em uma área em expansão da cidade. É um loteamento aberto, com toda infraestrutura necessária para construir uma casa. O espaço conta com pavimentação asfáltica, rede de energia elétrica e iluminação pública, além de drenagem pluvial, rede de água e paisagismo diferenciado.

No litoral norte de Santa Catarina, a urbanizadora lançou, há pouco mais de 3 meses, o Alínea Reserva Itajaí, seu primeiro condomínio fechado que já está em obras. O empreendimento conta com segurança, áreas de lazer e infraestrutura completa. Um dos destaques é a piscina de 25m, que agrega valor ao empreendimento, além de ser um dos itens mais requisitados pelos clientes. O condomínio conta também com salão de festas e playground, campo de grama sintética, academia e quadras de beach tennis e poliesportiva. A guarita com vigilância 24 horas vai garantir a tranquilidade e segurança dos futuros moradores. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »