25/02/2022 às 19h30min - Atualizada em 25/02/2022 às 22h40min

Trinus Co promove campanha de incentivo à doação de sangue

Landtech recebe a Unidade Móvel do Hemocentro de Goiás em seu escritório na capital goiana

SALA DA NOTÍCIA Graziela Massonetto
No primeiro ano da pandemia, de acordo com o Ministério da Saúde, as doações de sangue caíram 10% - em 2019, foram 3,27 milhões de doações; já no em 2020, com a Covid-19 no país, foram 2,95 milhões. Com estoques baixos, os hemocentros iniciaram campanhas, com cadastro e agendamento para evitar aglomerações e filas. Passados dois anos, o ritmo das doações de sangue permanece baixo – de acordo com a Fundação Pró-Sangue, em feriados prolongados ou de meses de férias, é comum que os estoques fiquem mais baixos no banco de sangue, porém as doações continuam em um patamar aquém do ideal mesmo nos outros meses.

“Pensando nisso e levando em conta nossa responsabilidade social, estamos fazendo a segunda edição de uma campanha próxima ao feriado prolongado de Carnaval, que geralmente é uma data onde poucas pessoas pensam em doar sangue”, diz Giovanna Dutra, sócia-fundadora da Trinus Co. A primeira landtech do Brasil, com sede em Goiânia, vai levar, nos dias 24 e 25 de fevereiro, a Unidade Móvel de doação de sangue do Hemocentro de Goiás para o escritório.
Durante a ação solidária, não apenas os seus colaboradores poderão doar, mas também colaboradores de outras empresas do edifício também poderão participar efetuando agendamento exclusivo. “Serão 240 vagas, que ajudarão a encher de bolsas de sangue do Hemocentro da região em uma época em que os estoques estão baixos, salvando vidas”, completa Giovanna Dutra.

De acordo com a última pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, apenas 1,6% da população brasileira doa sangue – o que significa um índice de 16 doadores para cada grupo de mil habitantes. A doação de sangue é destinada a pacientes que se submetem a tratamentos e intervenções médicas de grande porte e complexidade, como transfusões, transplantes, procedimentos oncológicos e cirurgias, além de pessoas com doenças crônicas graves. Uma bolsa de sangue doada pode ajudar até 4 vidas.

Para ser um doador é necessário ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50kg. Também é necessário apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com autorização dos responsáveis.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »