18/03/2022 às 22h11min - Atualizada em 22/03/2022 às 13h41min

SXSW 2022: empresas brasileiras buscam novos olhares no maior festival de inovação do mundo

Mais Diversidade, UP Consórcios, Adriana Barbosa, Lisiane Lemos e Zizo são organizações que participam do evento em busca de saber mais sobre o futuro do trabalho e os temas centrais que envolvem a SXSW

SALA DA NOTÍCIA Janaina Bernardino
Ricardo Sales - Créditos à divulgação

Após ser cancelado em 2020 por conta da Covid 19, o South by Southwest 2022 com mais de duas mil atrações, entre palestras, shows, ativações e pitches está acontecendo esta semana em Austin, no Texas. Com o início na última sexta-feira, 11, o evento discute as principais tendências e tecnologias que vão revolucionar o mundo dos negócios com impacto direto na sociedade, e vai até o dia 20 de março. 

Estratégico para quem quer se manter atualizado nos principais assuntos e novidades do mercado para o próximo ano, como metaverso, criptomoedas, corrida espacial, inteligência artificial, experiência de marca, mudanças climáticas, entre outros nas 15 categorias de trilhas sugeridas. A SXSW atrai a atenção de empreendedores, executivos, investidores e empresas de diferentes tamanhos e áreas de atuação. Conheça o que XX deles estão buscando nesta edição e como pretendem aproveitar os aprendizados em seus negócios: 

Para Ricardo Sales, sócio-fundador da Mais Diversidade, o futuro é agora e a inclusão tem que andar junto com evolução tecnológica. Ele destaca que muitas vagas oferecidas a públicos minorizados são operacionais, sendo que o futuro do trabalho, visto em fóruns de inovação como o SXSW e outros, mostra que os cargos serão cada vez mais complexos e não há um preparo por meio de políticas públicas, nem das organizações: “Estamos na iminência de um problema grande que é uma quantidade enorme de empresas com dificuldade para ‘cumprir a cota’, porque não haverá mais esse tipo de vaga”.

Adriana Barbosa, CEO da PretaHub e fundadora da Feira Preta, está em Austin a convite do Governo de São Paulo, para participar da mesa de abertura do SP Day, ao lado do secretário de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo, Sérgio de Sá Leitão, e o presidente da invest SP, Gustavo Junqueira, que fez parte da programação do dia 15/3, do  SXSW.  A ação faz parte do CreativeSP/ Programa de internacionalização da economia cuja proposta é levar 10 empresas paulistas do setor para eventos setoriais estratégicos no Exterior. Em sua participação no SP Day,  Adriana conta sobre o poder do “black money” e como a inclusão se fortalece por meio do empoderamento econômico.

Lorelay Lopes, head de Negócios do UP Consórcios, fintech da Embracon, está acompanhando o evento remotamente. “Minha percepção é que as tendências e provocações apresentadas precisam ser assimiladas, pois, acreditem, elas são capazes de mudar o nosso direcionamento. Me sinto meio que ‘antes do SXSW e depois SXSW’. Prefiro definir não como um evento ou um festival. O SXSW é um movimento capaz não só de revelar tendências mas, acima de tudo, ditar tendências. Ali são apresentadas pautas importantes que merecem nossa atenção. Para mim, como head de uma fintech, o SXSW está sendo capaz de trazer um senso de urgência sobre a forma como abordamos certos assuntos e sobre as prioridades relacionadas à tecnologia hoje, diz Lorelay.

Lisiane Lemos, Especialista em transformação digital e co-fundadora do Conselheira 101, está acompanhando o evento presencialmente e fazendo um projeto pessoal, o 28 dias Inovadores. O objetivo é aproveitar as suas férias e compartilhar conteúdos sobre inovação, empreendedorismo, metaverso, entre outros temas, nas suas mídias sociais. Todos os dias, Lemos faz a sua cobertura completa do SXSW, ressaltando os aprendizados do dia, sua rotina e o que se pode esperar do futuro e da tecnologia. Após o fim do evento, a especialista embarca para a Dinamarca, onde aprenderá mais sobre Inovação e Governança na Escola Kaospilot - Instituição internacional de empreendedorismo. Acompanhe todos os conteúdos dela em: @lisianelemos
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »