21/03/2022 às 12h54min - Atualizada em 22/03/2022 às 15h01min

Mostra na Arte132 provoca enfrentamento aos imaginários consolidados

Com curadoria de Lilia Schwarcz, “Vários 22”, convida o público a sair da zona de conforto e refletir sobre ideias enraizadas, em um pioneiro formato expositivo.

SALA DA NOTÍCIA Fernando Sant'Ana
https://www.facebook.com/a4eholofote
(Créditos: Wallace Domingues | Romulo Fialdini | João Liberato | Henrique Luz)

A Arte132 abre o próprio espaço para outras 10 galerias e artistas independentes apresentarem obras do seu acervo, em uma mostra inovadora, com curadoria de Lilia Schwarcz, criando um formato expositivo inédito no cenário cultural brasileiro. No ano do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, eleições, Copa do Mundo, e dos 200 anos da Independência do Brasil, Vários 22, em cartaz entre os dias 19 de março e 21 de maio, reúne 80 trabalhos que propõem um diálogo provocativo.

Essa é a primeira vez que um espaço privado de arte convida demais galerias para produzirem uma exposição coletiva. Por meio de trabalhos de artistas contemporâneos como Flávio Cerqueira, Luiz Braga, Ayrson Heráclito, Jaider Esbell, Gê Viana, Larissa de Souza, Jaime Lauriano, Moisés Patrício, Igi Ayedun, O Bastardo, entre outros;  da inclusão de artistas (ditos populares)  como Maria Auxiliadora, José Bezerra, José Antonio da Silva, a mostra ilumina as ambiguidades e tensões das obras provenientes do campo erudito e do imaginário eurocêntrico. O público é direcionado, assim, para sair da zona de conforto e refletir sobre ideias enraizadas, produtos de um ecossistema que agrega acadêmicos e modernos de formação e origem europeias.

“Um cânone que costuma deixar de fora as demais manifestações artísticas que não sejam aquelas autorreferenciadas pela própria cultura ocidental. São coleções, pois, que primam por representar o ‘outro’, mas não exatamente incluí-lo. Ou seja, com grande frequência trazem artistas homens, brancos e de origem ocidental que pintam e esculpem o que chamam de ‘diferente’, sem atentar como ‘eles’ são também ‘outros’ na representação; que, ao pintar o exótico, ensejam muito mais suas próprias fantasias e medos do que a realidade que pretendem retratar – sem notar, tampouco, que assim impõem suas próprias métricas, a despeito de essas serem invisíveis e incontestes nas classificações que organizam. São a norma que não se nomeia”, explica a curadora Lilia Schwarcz.

 “Outros dos outros” é a expressão que Lilia utiliza para apontar as percepções elitistas em telas e esculturas. Nota-se, no entanto, que os mesmos trabalhos acabam ganhando espaço, como a paisagem, o retrato exótico e as simbologias pátrias. Em Vários 22, ela sugere uma comparação pelo enfrentamento. “Nunca foi tão urgente enfrentar as imagens e representações consolidadas no nosso imaginário, para, assim, anotar esses “outros dos outros”: muitos modernismos e várias formas de emancipação política. São Vários e tantos 22”, reflete.
Galerias e artistas participantes da mostra

  • Acervo Galeria Arte132, com Edival Ramosa, Johann Moritz Rugendas, Glauco Rodrigues, Fulvio Pennacchi, Aurélio de Figueiredo, Elio Di Giusto, Paulo Mazzuchelli, Ricardo Cipicchia, João Batista Ferri, Luís Morrone, Ottone Zorlini, Jean Manzon, Benedito José Tobias, Oscar Pereira da Silva, Antonio Manuel e Ivan Serpa, Alex Fleming, Emiliano Di Cavalcanti, Rubem Valentim e Joaquim Tenreiro
  • Artistas independentes e coleções particulares, com Daniel Lannes, Jaider Esbell, Denilson Baniwa e Jean-Baptiste Debret
  • Galeria Casa Triângulo, com O Bastardo
  • Galeria Estação, com José Bezerra, Elza de Oliveira Sousa, Clovis Aparecido dos Santos, José Antonio da Silva, Santídio Pereira, Moisés Patrício e Maria Auxiliadora Silva
  • Galeria HOA, com Igi Lola Ayedun, Lais Amaral, Pegge, Larissa de Souza e Marlon Amaro
  • Galeria Janaína Torres, com Andrey Guianá Zignnatto
  • Galeria Leme, com Jaime Lauriano, Flávio Cerqueira, Luiz Braga, Tiago Sant’Ana e Ana Elisa Egreja
  • Galeria Millan, com David Almeida, Emmanuel Nassar e Mario Cravo Neto
  • Galeria Nara Roesler, com Raul Mourão
  • Galeria Portas Vilaseca, com Ayrson Heráclito
  • Galeria Sé, com Dalton Paula
  • Galeria Superfície, com Gê Viana

Sobre a Arte132
A Arte132 expõe, dá suporte e mantém em acervo artistas brasileiros reconhecidos, principalmente sua produção autoral menos conhecida, artistas que desenvolveram um entendimento do mundo e do homem em algum momento. Suas mostras sempre têm o compromisso de apresentar arte relevante de qualidade ao maior número de pessoas possível, colecionadores ou não. A casa (concebida pelo arquiteto Fernando Malheiros de Miranda, em 1972), para além de uma galeria de arte, é um lugar de encontro e descobertas.


Serviço
Vários 22
Curadoria: Lilia Schwarcz
Local: Arte132
Endereço: Av. Juriti, 132, Moema, São Paulo
Abertura: sábado, 19 de março, das 11h às 17h
Período expositivo: de 19 de março a 21 de maio

Horários de visitação: de segunda a sexta, das 14h às 19h. Sábados, das 11h às 17h
Entrada gratuita

https://arte132.com.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »