22/03/2022 às 10h08min - Atualizada em 22/03/2022 às 16h00min

Escolas de Salvador recebem lavatórios de mãos para higiene e prevenção da Covid-19 no retorno às aulas

Iniciativa faz parte da segunda fase do projeto Resposta à Covid-19 no Semiárido, realizado pelo UNICEF em parceria com a AVSI Brasil

SALA DA NOTÍCIA Lauro Silva
Arquivo/UNICEF
Escolas do município de Salvador (BA) receberão estações de lavagem de mãos nesta fase do projeto Resposta à covid-19, contribuindo para a higiene e prevenção ao coronavírus, o que possibilita uma convivência mais segura durante as aulas presenciais. Nesta etapa, 114 escolas de municípios de Minas Gerais, Bahia e Pernambuco serão contempladas com os lavatórios e receberão ainda a ação “Lavar as mãos para evitar doenças”, que reforçará aos alunos a forma correta de fazer a limpeza das mãos. 

Nessa ação, será abordada a importância da higiene das mãos, em que serão discutidas as razões pelas quais os hábitos de higiene são necessários para a manutenção da saúde. A coordenação pedagógica da unidade escolar convidará três crianças e/ou adolescentes que tenham interesse em participar da ação e assumir o papel de monitor(a) do lavatório. Após a dinâmica, esses estudantes assumirão o compromisso de dar continuidade à ação, promovendo, na comunidade escolar, o hábito de lavar as mãos para a prevenção de doenças.

Segundo Vanessa Alonso, gerente de Projetos da AVSI Brasil, além de reconhecer a higiene das mãos como um caminho para evitar a propagação de microrganismos transmissores de doenças, a ação busca conscientizar toda a comunidade escolar sobre a importância da lavagem das mãos e o seu papel na criação de hábitos seguros. “A atividade também ajudará a garantir que o equipamento doado, o Lavatório UNICEF, seja utilizado pela escola como uma ferramenta essencial de prevenção de doenças, não apenas a Covid-19.”

O projeto

Além de estimular a mobilização comunitária, o projeto “Resposta à Covid-19 no Semiárido” busca garantir uma convivência segura no retorno às aulas. A iniciativa tem foco na melhoria do acesso à água e promoção de higiene, capacitação de profissionais de saúde e educação, doação de kits de higiene (incluindo higiene menstrual) e doações de equipamentos como pias, estações móveis de lavagem de mãos e totens de álcool em gel para escolas; doações de equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde; distribuição de materiais informativos e educativos.

Na primeira fase do Projeto de Resposta à Covid-19, foram impactados 39 munícipios do Nordeste, sendo 08 na Bahia, 08 em Pernambuco e 23 no Ceará. Agora, em sua segunda etapa, são contempladas 125 escolas de 10 municípios, além do trabalho de Comunicação para o Desenvolvimento (C4D) e instalação de pias, totalizando 25 municípios dos estados de Pernambuco, Bahia e Minas Gerais. Saiba mais em www.unicef.org.br.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »