21/03/2022 às 21h20min - Atualizada em 22/03/2022 às 16h14min

A importância dos médicos-veterinários em desastres ambientais

Área requer preparo técnico e inteligência emocional para lidar com o atendimento a diferentes espécies

SALA DA NOTÍCIA Daniela Nucci
Divulgação

Os últimos desastres ambientais no Brasil, como os que atingiram Petrópolis (RJ) e as cidades de Brumadinho e Mariana (MG), destacaram a importância do papel dos médicos-veterinários nesses cenários catastróficos.

Incêndios de grandes proporções; deslizamentos de terra; enchentes; rompimentos de barragens de rejeitos e desastres naturais, o médico-veterinário atua, principalmente, no resgate e atendimento clínico e cirúrgico de animais. “É uma área que precisa ter um preparo técnico e inteligência emocional, além de um forte viés humanitário, pois muitos animais ficam sem dono, que pode ter desaparecido ou morrido, ou seja, existe um sofrimento de todos”, diz a Comissária da Saúde Única do Conselho Regional de Medicina Veterinária(CRMV) e coordenadora pedagógica da Faculdade Qualittas, Ana Cristina Ramos Porto Mendes.

Segundo Ana, essa capacitação é essencial para que os profissionais consigam fazer o atendimento de emergência a diferentes espécies da fauna brasileira. “Não são apenas cães e gatos, mas cobras, lagartos, aves, vacas, cavalos e todas as especiais daquela ambiente, pois eles são indicadores sanitários de saúde daquele local. Se eles foram afetados pode haver desequilíbrio”, explica Ana. “O médico-veterinário junto com biólogo são profissionais habilitados para lidar com qualquer espécie de animal e elaborar os protocolos específicos. Isso faz parte da saúde única, que é a saúde ambiental em equilíbrio com a saúde humana em equilíbrio com a saúde animal, por isso o médico-veterinário é essencial para resolver esse problema”, enfatiza a conselheira.

A tendência é que a demanda cresça e mais médicos-veterinários passem a integrar equipes multidisciplinares. “Existem vários tipos de especialistas médicos-veterinários, que na maioria das vezes vão contar com a ajuda de membros da sociedade em virtude das grandes proporções dos desastres. Por isso, esse profissional tem que estar apto para treinar as pessoas para agirem neste momento”, detalha a coordenadora pedagógica da Faculdade Qualittas

Gostou do assunto? Quer saber mais sobre a atuação do Médico-Veterinário nos desastres ambientais? 

Não perca o evento online e gratuito Veterinários em Ação que a Faculdade Qualittas vai promover no dia 24 de março, às 19h30, com a Profa. Paula Helena.

Acesse o link abaixo e venha participar com a gente!

https://campanha.qualittas.com.br/veterinario-em-desastres


#MedicinaVeterinária #VempraQualittas #FaculdadeQualittas #CFMV #Veterinária #PósGraduação #DesastresAmbientais
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »