22/03/2022 às 15h13min - Atualizada em 22/03/2022 às 16h14min

Neurotech e Quod unem experiências para ajudar seguradora a maximizar eficiência

Segmentação de risco via AutoScore Mais pode reduzir despesas operacionais em até 30%. Identificação das ameaças mais elevadas também permite estabelecer regras de aceitação mais eficientes e um valor mais justo do prêmio

SALA DA NOTÍCIA Compliance Comunicação
 

A Neurotech, pioneira na criação de soluções avançadas de inteligência artificial, machine learning e big data, uniu sua experiência à da parceira Quod, uma das principais empresas de dados do Brasil, para desenvolver o AutoScore Mais. Trata-se de uma resposta a um desafio constante das seguradoras para melhorar o desempenho operacional e tornar mais eficiente o score para precificação de seus produtos, com melhor segmentação de risco.  

 

Dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep) mostram que o seguro de automóvel em 2021 gerou R$ 38,3 bilhões de prêmios diretos e cresceu 9% em relação a 2020. A sinistralidade do setor em 2021 ficou em 63,0% contra 54,7% de 2020, uma piora de 8,3 p.p. “Com a nossa tecnologia de análise e interpretação de grandes volumes de dados conseguimos amenizar esse quadro ao aprimorar os serviços, fazer uma intervenção proativa, melhorar as margens e ampliar a carteira”, diz Daniel Gusson, Head Comercial Seguros da Neurotech.

 

Na prática, é uma solução que utiliza informações de comportamento financeiro de consumidores e empresas da Quod combinadas com a Neurolake – plataforma de dados da Neurotech – para estimar o risco de sinistros de uma apólice nos próximos 12 meses, explica Felipe Alencar, Head Comercial da Quod.

 

Ele destaca que essa parceria se traduz na oferta de um produto inovador, comparado aos bureaus tradicionais. “Acima de tudo, esse score combinado aumenta a cobertura de dados, por isso, tem apresentado desempenho superior aos modelos tradicionais. Nosso objetivo é  abrir mais oportunidades de inovação com a participação cada vez mais efetiva de clientes”, completa Alencar.

 

No caso de uma grande seguradora do mercado que adotou o AutoScore Mais, os números estimados dão conta que além da melhora no risco, há ainda redução de 20% a 30% na despesa operacional, o que deve resultar em ganhos estimados de mais de R$ 6 milhões. “Nas avaliações realizadas, o AutoScore Mais se demonstrou extremamente aderente nos aspectos de acurácia do modelo, identificando as ameaças mais elevadas que permitem à seguradora estabelecer regras de aceitação mais severas e um valor mais adequado do prêmio”, completa Gusson, da Neurotech.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »