24/03/2022 às 15h57min - Atualizada em 24/03/2022 às 17h50min

Imposto de Renda: não deixe para declarar na última hora

*Por Dora Ramos

SALA DA NOTÍCIA Aryane Pereira Costa

Imposto de Renda: não deixe para declarar na última hora

 

*Por Dora Ramos

 

O ano de 2022 mal começou, o carnaval já passou e agora estamos nos aproximando de abril. Para muitos, o fim do primeiro trimestre representa uma folga no orçamento, já que contas como matrícula, material escolar e IPVA ficaram para trás. Mas é justamente nesta época que boa parte das pessoas tem um compromisso muito importante com as finanças: a declaração de Imposto de Renda.

 

A Receita Federal estima que cerca de 34 milhões de declarações sejam entregues. O declarante, no entanto, deve estar atento ao prazo mais curto deste ano, com início em 7 de março e fim em 29 de abril. Embora corriqueiro, o preenchimento do documento exige tempo e paciência.

 

Os cidadãos com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70, ao longo de 2021, precisam enfrentar o famoso Leão e prestar contas à Receita Federal. Neste documento, devem ser descritos todos os gastos e rendimentos que foram obtidos durante o ano-base.

 

Quanto maior for a renda do indivíduo, mais alta será a taxa de pagamento do IRPF. Por isso, fique ligado nas tabelas de alíquotas, afinal, será por meio delas que o contribuinte saberá quanto deve pagar neste ano. Todas as informações coletadas junto aos valores arrecadados são repassadas para a Receita, que direciona ao Governo Federal.

 

A grande novidade deste ano é que o contribuinte pode utilizar a sua chave PIX ligada ao CPF (não é permitido número de celular ou e-mail, por exemplo), tanto para pagamento do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) quanto para recebimento da restituição.

 

Ainda há algumas semanas para a declaração ser feita, no entanto vale o alerta desde já: esteja bem-informado, junte os documentos necessários e, principalmente, não deixe para enviar o documento nos últimos dias. Esse planejamento simples pode evitar que você pague multa por atraso, de R$ 165,74, e até mesmo te livrar da tão temida malha fina.

 

* Dora Ramos é contadora e orientadora financeira com mais de 30 anos de experiência. Empreendedora desde os 21 anos, é CEO da Fharos Contabilidade e Gestão Empresarial.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »