24/03/2022 às 23h15min - Atualizada em 25/03/2022 às 06h14min

Descendentes resgatam a memória de imigrantes sírios e libaneses no Brasil

Projeto de digitalização de documentos faz parte de esforço para conservar a memória da comunidade

Folha - Mundo
https://redir.folha.com.br/redir/online/mundo/rss091/*https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2022/03/descendentes-resgatam-a-memoria-de-imigrantes-sirios-e-libaneses-no-brasil.shtml



Quando Afifi morreu em 2003, aos 96 anos, sua neta Heloisa Abreu Dib virou a guardiã de seu álbum de fotos. É um tomo desbotado de couro, montado pelo avô Zaki. Um tesouro. É um dos únicos registros da história da família, que veio da Síria para o Brasil no início do século 20. Não há quase nenhum outro documento, nada que ajude Dib a entender as aventuras de seus antepassados.



O silêncio documental vivido por Dib é comum ao restante da comunidade sírio-libanesa no Brasil, a despeito de seu peso político, econômico e cultural na formação do país. Muito da história desses imigrantes -que celebram todo dia 25 de março sua chegada- desapareceu com o tempo.
Leia mais (03/24/2022 - 23h15)

Fonte: https://redir.folha.com.br/redir/online/mundo/rss091/*https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2022/03/descendentes-resgatam-a-memoria-de-imigrantes-sirios-e-libaneses-no-brasil.shtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »