30/03/2022 às 12h24min - Atualizada em 30/03/2022 às 12h30min

Suspeita de matar a mulher e estuprar a enteada de 12 anos é preso em São Paulo

Homem foi preso em São Paulo (SP) e será conduzido para Rio Preto (SP). Prisão temporária dele já foi pedida pela titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), a delegada Margarete Franco.

Harley Pacola
Divulgação
O homem de 31 anos que é suspeito de ter matado a companheira e estuprado a filha dela, uma menina de 12 anos, em São José do Rio Preto (SP), foi preso nesta terça-feira (29), em uma favela da capital paulista.
A criança passou por exame de corpo de delito e o resultado deu negativo para conjunção carnal.
Roberta Cristiane Alves, de 45 anos, foi encontrada morta pela mãe, no sábado (26), na cama dela, na residência que fica no Jardim Santo Antônio, em Rio Preto. A causa da morte ainda é desconhecida. A garota disse que, no momento em que era estuprada, teria pedido socorro, mas não foi ouvida por ninguém.
 
A delegada Dálice Ceron, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), já pediu a prisão temporária do homem, que será transferido, em data ainda não informada, da capital para Rio Preto. Ele já tem várias passagens pela polícia por crimes de furto e roubo.
De acordo com o BO, a Polícia Militar foi acionada depois que uma idosa encontrou a filha morta pela manhã, no Jardim Santo Antônio.
A idosa contou aos policiais que começou a chamar a filha e a mexer no corpo dela, mas percebeu que não havia pulsação e acionou o socorro. As equipes médicas constataram o óbito da vítima no local.
A perícia foi acionada e o corpo da mulher foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame necroscópico.
Familiares da vítima contaram à polícia que a mulher havia passado a noite com o ex-companheiro, que saiu da casa dela na manhã de sábado. As causas da morte serão investigadas.
 
Estupro de vulnerável
 
Na tarde de sábado, um outro boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado, dessa vez por estupro de vulnerável.
De acordo com o registro policial, a filha de 12 anos da vítima contou para a irmã mais velha que foi estuprada pelo ex-companheiro da mãe. Conforme o BO, o estupro teria ocorrido no momento em que a adolescente entrou no quarto da mãe para procurá-la, mas a vítima já estava morta.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »