30/03/2022 às 16h53min - Atualizada em 30/03/2022 às 17h00min

Manicure morre horas depois de receber alta médica da UPA Vila Toninho, em Rio Preto

Segundo familiares, a manicure Rafaela dos Santos Pedreiro permaneceu internada durante todo o sábado no local com suspeita de dengue.

Harley Pacola
Arquivo Pessoal
Uma mulher de 30 anos morreu na madrugada deste domingo, 27, horas depois de receber alta médica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Vila Toninho, em Rio Preto. Segundo familiares, a manicure Rafaela dos Santos Pedreiro permaneceu internada durante todo o sábado no local com suspeita de dengue.

Tratada apenas com soro e dipirona, a mulher foi liberada no fim da noite e, já em casa, voltou a passar mal. Levada novamente para a UPA, ela não resistiu
Na semana passada, já sentindo febre e muita dor no corpo, Rafaela voltou a procurar atendimento na unidade. A cunhada diz que ela não conseguia parar em pé e precisou esperar no carro até que fosse chamada pelas enfermeiras. Novamente, só recebeu soro na veia.
No sábado, o estado de saúde piorou consideravelmente. Médicos teriam informado a família que o exame de sangue da paciente apontou queda significativa no número de plaquetas.
 
Na semana passada, a Vigilância Epidemiológica confirmou os dois primeiros óbitos do ano provocados por dengue hemorrágica. A Secretaria de Saúde informou que outros dois casos estão em investigação: o do influenciador digital Kleber Lázaro, que morreu quarta-feira, 23, na Santa Casa, e agora o da manicure Rafaela.
Ela foi sepultada nesta segunda-feira, 28, no cemitério São João Batista. A mulher deixa esposo e dois filhos, de 6 e 4 anos. 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »