31/03/2022 às 12h56min - Atualizada em 31/03/2022 às 18h50min

Das raízes da tradicional medicina Ayurvédica aos nutracêuticos modernos

Produtos inovadores utilizam métodos de formulação a partir de ingredientes ayurvédicos tradicionais e exaltam a medicina sob medida

SALA DA NOTÍCIA
*Por Anita Solanki e Dr. Jnanadeva Bhat

A tendência de autocuidado e a crescente demanda por nutracêuticos, modernos suplementos alimentares que possuem em sua composição compostos bioativos extraídos dos alimentos e que promovem a saúde, estão impulsionando um mercado bilionário e em franca expansão. A previsão dos especialistas é que, entre 2021 e 2026, o mercado global alcance um CAGR (Compound Annual Growth Rate), ou taxa de crescimento anual composta, de 7,5% atingindo US$ 441,7 bilhões ao final do período.
Nutracêuticos e suplementos alimentares são versáteis por natureza e se tornaram uma necessidade do mundo contemporâneo. Nos últimos anos, esses produtos se popularizaram com a crescente conscientização sobre o papel que podem desempenhar na alteração e manutenção das funções fisiológicas para um corpo saudável.

Os suplementos podem ser usados para controlar diversas doenças, já que podem conter antioxidantes, agentes anti-inflamatórios, probióticos, ácidos graxos e vários óleos naturais. Entre as doenças e sintomas que eles ajudam a tratar de forma natural estão colesterol, controle de peso, saúde do coração, dores musculares, dores nas articulações, açúcar no sangue e problemas de sono.

E, apesar de parecerem uma invenção recente, os nutracêuticos são formados por ingredientes com propriedades que remetem a milhares de anos de história, como a Ayurveda, medicina tradicional indiana. Na última década, o interesse pelo Ayurveda cresceu em todo o mundo e os fabricantes de nutracêuticos se envolveram cada vez mais com este sistema antigo, desenvolvendo produtos baseados em remédios e princípios ayurvédicos tradicionais.

Antiga medicina indiana, a Ayurveda é estudada nos dias de hoje por conta de seu potencial para prevenir e gerenciar várias doenças humanas. A Ayurveda possui uma infinidade de informações sobre práticas étnicas e respectivas técnicas aplicadas, além do estudo das capacidades e aspectos tradicionais de materiais naturais terapeuticamente significativos para o tratamento de doenças.

Existem livros e referências antigas, além da literatura moderna sobre o tema, que descrevem cirurgias, medicamentos ayurvédicos e seus ingredientes, e como usá-los para beneficiar o corpo humano. À medida que a aceitação do consumidor por ingredientes ayurvédicos naturais e à base de plantas cresce, a produção de nutracêuticos modernos com base na Ayurveda aumenta.

Os medicamentos ayurvédicos são tradicionalmente usados como extratos, ingredientes brutos e crus individuais, ou como uma mistura de ingredientes, para fins terapêuticos. Os medicamentos ayurvédicos são ricos em fitonutrientes, carotenóides, fenóis, polifenóis, alcalóides e flavonóides, que conferem resultados terapêuticos favoráveis isoladamente ou em combinações.

Embora os nutracêuticos modernos atendam às necessidades dos consumidores, há um grande potencial na fusão de nutracêuticos modernos com medicamentos ayurvédicos tradicionais para desenvolver produtos ainda mais eficientes. A medicina ayurvédica, conforme descrita nos textos antigos do sistema tradicional de medicina indiano, continuará a ser explorada sob a estrutura das modernas tecnologias científicas.
 
Uma combinação que une sabedoria milenar e técnicas modernas
A eficácia da medicina ayurvédica pode ser aprimorada com controle de qualidade e padronização para desenvolver produtos puros e potentes. Novas técnicas como formação de lipossomas, micronização, nanotecnologia e dispersões sólidas anidras são usadas para tornar os ingredientes ayurvédicos mais solúveis e biodisponíveis e aumentar a absorção.

Existem também várias tendências que estão alimentando a demanda pelo desenvolvimento de nutracêuticos com base ayurvédica, como a mudança de produtos nutracêuticos sintéticos para nutracêuticos mais naturais.

A necessidade de produtos derivados de plantas, o vegetarianismo e o veganismo são tendências bem estabelecidas e em crescimento contínuo e têm impacto nas escolhas que os consumidores fazem ao escolher suplementos. Em resposta a essa demanda, foram criadas cápsulas de polímero vegetariano baseadas em celulose chamadas HPMC (hidroxipropilmetilcelulose), que possuem certificação vegana e vegetariana.

Além disso, os produtos clean label também são uma tendência que apresentará grandes oportunidades de mercado em breve. Isso se deve ao crescente foco dos clientes nas listas de ingredientes dos produtos que consomem. Há uma demanda crescente por ingredientes puros e limpos, com o mínimo de aditivos, e esses produtos precisam de uma forma farmacêutica adequada para entrega. As cápsulas clean label HPMC estão disponíveis para atender a esse requisito.

Por fim, a medicina sob medida é a terceira tendência que está aumentando a demanda pelos nutracêuticos com base ayurvédica, já que, na Ayurveda, um único ingrediente é usado para inúmeras terapias e de várias maneiras. Como terapias diversas podem exigir diferentes concentrações de constituintes ativos, as cápsulas podem desempenhar um papel importante no fornecimento de vários ingredientes em doses variadas em uma única forma de dosagem, com a ajuda de opções de enchimento combinadas. Essas combinações são possíveis devido aos avanços na tecnologia de encapsulamento.
As cápsulas são parte integrante do desenvolvimento de nutracêuticos modernos, incluindo aqueles com raízes ayurvédicas, com várias opções, como enchimento de pastilhas, encapsulamento líquido, enchimento combinado, rótulo limpo e certificado vegano, melhorando a abordagem centrada no consumidor para fornecer medicamentos.

Um caminho integrado com nutracêuticos modernos oferece a oportunidade de um melhor sistema de saúde, servindo os consumidores com terapêuticas eficientes e seguras que atendam às suas necessidades e expectativas em evolução.
 
*Anita Solanki é líder de White Papers e formulação R&D (Pharma e Nutra) e Dr. Jnanadeva Bhat é vice-presidente e chefe de formulação R&D (Pharma e Nutra) da ACG Cápsulas

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »