24/06/2022 às 00h01min - Atualizada em 25/06/2022 às 16h44min

Moss lança calculadora de compensação de emissões de carbono para empresas

Companhias de pequeno e médio portes do setor de serviços podem usar calculadora disponível no site da climatech para descobrir o tamanho da sua pegada de carbono e realizar a compensação

SALA DA NOTÍCIA Redação
Divulgação / Moss

A Moss, climatech pioneira e líder global em soluções ambientais em blockchain, lança sistema de cálculo voltado para empresas que queiram colocar em prática iniciativas sustentáveis. O objetivo é facilitar o inventário de emissões geradas pelas atividades administrativas e assim poder neutralizar as pegadas de carbono. 

A startup adotou um novo formato para o levantamento de informações que impactam na geração dos valores de emissões, tornando o processo mais rápido e fácil. “Queremos que qualquer empresa do setor de serviços possa compensar as emissões de suas atividades administrativas e se torne protagonista da construção de um mundo mais sustentável e produtivo para as próximas gerações”, destaca Fernanda Castilho, COO da Moss. 

A climatech aposta na nova calculadora para aproximar o mercado de crédito de carbono de empresas de pequeno e médio portes, como escritórios de advocacia, agências de publicidade e de viagens, empresas de serviços financeiros, ambientais e de tecnologia, que querem criar ou desejam executar uma agenda ESG que contribua para a redução dos efeitos negativos da crise climática. 

A partir de agora, o interessado pelo processo de compensação precisa responder apenas sete perguntas simples sobre o número de colaboradores, regimes de trabalho (remoto ou presencial), despesas com combustível, voos nacionais e internacionais, entre outros itens para receber o cálculo em tempo real. A compensação pode ser realizada de maneira imediata, utilizando o MCO2 Token para isso. O crédito de carbono da Moss é o primeiro ativo digital verde do mundo verdadeiramente global lastreado em blockchain e cada token equivale a uma tonelada de CO2 que deixa de ser emitida na natureza por iniciativas que fazem parte do mecanismo REDD e REDD+ (Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação florestal somado à conservação do território). 

A tecnologia da Moss garante de forma simples, segura e transparente o rastreamento digital dos projetos de conservação ambiental, certificados internacionalmente, e a integridade sobre o processo de compensação de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE).

A empresa que finalizar o processo de compensação com a Moss, recebe um selo que certifica seu compromisso com o meio ambiente e passa ainda a fazer parte de um grupo de mais de 300 empresas, como GOL, Reserva, iFood e Cia. Hering. Desde sua fundação em 2020, a Moss e seus clientes já destinaram, por meio do MCO2 Token, mais de R$ 150 milhões para projetos de conservação na Amazônia.

A calculadora chega ao mercado junto com outras inovações da Moss, como o recém-lançado NFT da Amazônia, um projeto que tokeniza áreas florestais da região com o objetivo de mantê-las conservadas e intocadas. Os 100 primeiros tokens do projeto foram vendidos em poucas horas e levantaram mais de R$ 1 milhão. Recentemente, a Moss iniciou ainda um movimento de descentralização e fortalecimento da sua comunidade com o lançamento de um token de governança e em breve a startup deve lançar uma iniciativa que tem por objetivo ampliar a capacidade de certificação de terras para projetos de geração de crédito de carbono.

A calculadora está disponível para acesso pelo: b2b.moss.earth/calculator.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »