02/08/2022 às 15h09min - Atualizada em 02/08/2022 às 15h41min

“Incomensurável Paixão” é o nome da nova exposição de Isabela Francisco na Casa da Cultura Laura Alvim

Entre os destaques estão as obras Matadouro e livro instalação Equilíbrio

SALA DA NOTÍCIA Redação
João Nunes
Quatro salas da Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, serão invadidas pela paixão e seus desdobramentos entre os meses de agosto e outubro. As obras da  artista plástica Isabela Francisco em “Incomensurável Paixão” buscam aproximar do espectador as paixões desmedidas que avassalam, principalmente o universo feminino, e mostrar que a vulnerabilidade, infelizmente, ainda se faz presente.

As obras dialogam com o público, firmando compromisso com a defesa da valorização, liberdade e integralidade das mulheres. A mostra também busca intensificar a reflexão do papel do artista contemporâneo diante de questões sociais e humanas abordadas na exposição.

“Realizar uma exposição é sempre muito gratificante. É a possibilidade que o artista tem de apresentar um pouco do desenvolvimento do seu trabalho. Toda exposição acaba sendo uma estrela única, mas todas fazem parte da mesma constelação. Cada uma dá um enfoque, mas todas, sem exceção, são especiais”, conta Isabela Francisco.

A artista plástica revela que a exposição está sendo pensada há muito tempo e que vem se desdobrando por outras que já realizou.

“É na verdade uma evolução. Uma exposição acaba tendo um link com a outra que acabou de ser realizada e os trabalhos vão se expandindo com o tempo. Há uma sequência, explica a artista que coordena grupos de mulheres vítimas de violência como quando da exposição “Presenças Invisíveis”, em que faz a curadoria iniciada em março deste ano, no Tribunal do Júri do CCMJ - Museu do Poder Judiciário do Rio de Janeiro. 

Entre os quadros e instalações destacam-se as seguintes obras: 

Matadouro, é simplesmente o amor desmedido que explode. 

Já o livro instalação Equilíbrio simboliza a vida. “Vou nascer e morrer de  uma de nebulosa. Durante todo trajeto me equilibro em um fio, tentando atingir o inalcançável. As batidas do coração são meu norte e o sangue arterial e venoso me acompanham pelo caminho”.

Nas Encabeladas, a artista utiliza seus próprios cabelos, se fazendo presente neles. Ali deixa a sua marca, seu DNA.

O crescimento da Árvore da Paixão simboliza as artérias em que fios de cobre se entrelaçam e de onde rompem frutos da paixão.

Ações paralelas

Isabela Francisco fará algumas ações paralelas como a visita comentada pela artista (a ser disponibilizada também on-line), a veiculação de um vídeo da mostra nas redes sociais e a postagem semanal nas redes sociais da artista plástica do programa Fazendo Arte por Toda Parte.

Local: Casa de Cultura Laura Alvim
Av. Vieira Souto, 176 - Ipanema, Rio de Janeiro
Data: De 10/08 a 09/10 - de terça a domingo
Horário: 13h às 18h
Entrada franca
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »