03/08/2022 às 14h45min - Atualizada em 04/08/2022 às 00h41min

Especialista dá dicas aos pais para lidar com o retorno escolar das crianças

Acompanhar o filho até a porta da escola e preparar o lanche juntos são atitudes que ajudam na adaptação da criança, aponta especialista

SALA DA NOTÍCIA Assessoria de Imprensa
Banco de Imagens
O ingresso escolar é um marco no desenvolvimento da criança, pois é o começo de uma rotina cheia de novidades e necessidades de adaptação a um novo contexto social, educacional e emocional. Para os pais ou responsáveis, esse início de ciclo representa um novo desafio: contar com a escola como parceira para uma educação de qualidade.

De acordo com Ana Maria Damiani, coordenadora do curso de Pedagogia da Universidade Anhembi Morumbi, é fundamental que os pais avaliem o comportamento dos filhos com relação ao ambiente escolar. “Se a criança estiver se adaptando estará feliz e terá bom rendimento, portanto, é preciso atenção neste ponto. O baixo rendimento é um indicativo de que algo pode estar errado”, alerta.

Para contribuir com a melhor adaptação, os pais ou responsáveis devem optar por atitudes motivadoras. Confira algumas dicas para lidar com o início do período escolar listadas pela especialista da Universidade Anhembi Morumbi:

Evite
  • Pedir detalhes do primeiro dia de aula o tempo todo;
  • Prometer presentes, passeios e mimos para a criança que não quer voltar à escola. Ela não deve receber nada em troca para frequentar a escola, pois isso é uma necessidade social;
  • Atrasos. Os horários de entrada e saída devem ser respeitados, rigorosamente, caso contrário gera ansiedade, insegurança e receio de abandono;
  • Não acompanhar a criança até a escola. Se os pais, por motivos profissionais, não conseguem partilhar desse momento nos primeiros dias, recomenda-se alguém de confiança da criança;
  • Ficar preocupados demais e ansiosos pela volta da escola. Essa atitude acaba passando insegurança para a criança;
  • Atitudes impacientes com o tempo da adaptação. Cada criança é única, a inserção dela é progressiva e a adaptação escolar deve ser respeitada;
  • Não comente sobre comportamento de outras crianças na presença do seu filho e não faça comparações.

Atitudes motivadoras que podem contribuir na fase de adaptação da criança
  • No primeiro dia de aula, chegue antes do horário de entrada e faça um tour para conhecer o espaço escolar;
  • Explique o que é a escola, o que ele (a) irá aprender, sem deixar dúvidas;
  • Respeite o horário de entrada e saída da escola, só assim ela vai aprender a dosar o tempo da escola e aguardar a chegada da família ou responsável tranquilamente;
  • Incentive a procurar sempre a professora para criar vínculos afetivos;
  • Use palavras positivas, por exemplo, de que a escola é um local de conhecimento e aprendizagem. Que ele (a) vai aprender brincando e que todas as brincadeiras poderão ser compartilhadas com a família e colegas;
  • Autorize a criança a levar algum objeto de conforto, em comum acordo com a escola, pois isso trará aconchego e segurança nos primeiros momentos;
  • Converse sobre seus sentimentos e rotinas. É importante a criança saber o que está acontecendo e este comportamento a valoriza como pessoa e promove sua autonomia;
  • Compartilhe momentos no pré e pós-escola. Escolha o uniforme, prepare o lanche e combine de fazer alguma coisa prazerosa na volta da escola;
  • Encare a nova rotina com segurança, conhecimento e afetividade;
  • Participe de todos os eventos que a escola propor. É uma maneira de estar atento aos acontecimentos.
Ana Maria Damiani, coordenadora do curso de Pedagogia e Letras da Universidade Anhembi Morumbi, está disponível para entrevistas sobre o tema.
Sobre a Universidade Anhembi Morumbi
A Universidade Anhembi Morumbi oferece programas de graduação, graduação tecnológica e pós-graduação lato sensu e stricto sensu, distribuídos nas áreas de Ciências da Saúde; Turismo e Hospitalidade; Negócios; Direito; Artes, Arquitetura, Design e Moda; Comunicação; Engenharia e Tecnologia e Educação. Seus cinco campi estão localizados nas regiões da Avenida Paulista, Vila Olímpia, Mooca, São José dos Campos e Piracicaba. 
Possui laboratórios de última geração e diferenciais como a internacionalidade, já tendo enviado, desde 2006, milhares de alunos do Brasil para realização de cursos no exterior, além de receber centenas de estudantes estrangeiros em seus campi, que se tornaram locais multiculturais para o aprendizado. 
Saiba mais sobre a Anhembi Morumbi em https://portal.anhembi.br/

Sobre a Ânima Educação
Com o propósito de 'Transformar o Brasil pela Educação', a Ânima Educação é o maior ecossistema de educação de qualidade do país, com um portfólio de marcas valiosas e um dos principais players de educação continuada na área médica. A companhia é formada por uma comunidade de aprendizagem com cerca de 350 mil pessoas, composta por mais de 330 mil estudantes e 18 mil educadores, distribuídos em 18 instituições de ensino superior. Está presente em 12 estados, nas regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste, e em quase 550 polos de ensino digital por todo o Brasil. Integradas também ao Ecossistema Ânima estão oito marcas especialistas em suas áreas de atuação, como HSM, HSM University, EBRADI (Escola Brasileira de Direito), Le Cordon Bleu (SP), SingularityU Brazil, Inspirali e Learning Village, primeiro hub de inovação e educação da América Latina, além do Instituto Ânima.
Em 2021, a Ânima foi destaque no Guia ESG da revista Exame como uma das vencedoras na categoria Educação. Em 2020, foi reconhecida como uma das cinco Empresas mais Inovadoras do País, na categoria Serviço, de acordo com o Anuário de Inovação do Valor Econômico; e conquistou, em 2019, o prêmio Mulheres na Liderança, na categoria Educação, iniciativa da ONG Women in Leadership in Latin America (WILL). Desde 2013, a companhia está na Bolsa de Valores, no segmento de Novo Mercado, considerado o de mais elevado grau de governança corporativa.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »