02/08/2022 às 16h54min - Atualizada em 04/08/2022 às 00h52min

Programação oficial do Flipoços 2022 já está no site

“acesse e agende todas as atividades do festival e não perca nada”

SALA DA NOTÍCIA Gisele Correa
Marcia Kambeba e Eduardo Bueno entre os convidados.
A programação do Flipoços está no ar e o público já pode acessar diretamente no site www.flipocos.com grande parte dela que está disponibilizada. A programação infantil do Espaço Sesc Flipocinhos deverá sair na próxima semana, segundo informa a organização.
Pelo que já está disponível o público pode checar a diversidade e rico conteúdo da programação e os nomes já confirmados para essa 17ª edição do Festival e da Feira do Livro de Poços de Caldas.
Com a temática definida “Letras e Música, a Sinfonia da Literatura” a curadoria quis trazer à luz parte da diversidade musical do Brasil, sobretudo, a mineiridade, as letras e a poesia tão arraigadas e marcadas na cultura mineira. Nesse sentido, o maior representante do gênero, o Clube da Esquina, vai ocupar grande parte da programação com contará com shows, mesas de bate-papo, oficinas, workshop e lançamentos de livros relacionados ao movimento que ganhou em 2022 a indicação de maior álbum de todos os tempos.
Milton Nascimento como Patrono, engrossa esse viés do Flipoços 2022 que terá em sua homenagem um show do artista Zé Ibarra que mescla canções do Milton com músicas autorais. Outros grandes nomes da música popular brasileiro, ícones da cultura musical também serão lembrados no Festival como Belchior, Chico Buarque, Caetano, Roberto Carlos, dentre outros.
A Música Popular Brasileira – MPB, terá uma mesa muito especial com Nelson Motta, um dos mais importantes críticos musicais do País e que fez parte pessoalmente no nascimento de alguns dos principais movimentos como Bossa Nova e Tropicalismo e o historiador e escritor Eduardo Bueno (Peninha). Ambos estarão ao vivo de forma remota no Teatro da Urca. Nelson direto de Lisboa e Peninha de Porto Alegre, ao vivo.
Além disso, o Festival destaca os 100 anos da Semana de Arte Moderna com encontros sobre o tema e convidados especiais como Tarsilinha do Amaral, Carolina Casarin, Sergio Montero, José de Nicola e Luca de Nicola dentre outros.
O livro Ulysses do escritor James Joyce que completa 100 anos também será lembrado em uma mesa com a participação remota de Caetano Galindo e mediação de Sergio Montero diretamente o Teatro da Urca.
Já o Centenário de Jack Kerouac, ícone da Geração Beat, será relembrado em um workshop "A influência Beat e além” ministrada por Emanuel Madeira.
Outro destaque da programação fica por conta do Bicentenário da Independência que ocupará vários momentos do festival com mesas, lançamento e encontros. Nomes dos historiadores, Jorge Caldeira, Thales Guaracy, Rodrigo Trespach, José Manuel Diogo, por exemplo, fazem parte do ilustre time de convidados.
O Flipoços trará várias mesas e discussões sobre esse momento de grande importância para o Brasil. Exatamente no dia 07 de setembro, quarta-feira, o Flipoços promove desde o primeiro horário, 10h, no Teatro da Urca a mesa "A história de 113 anos da Academia Mineira de Letras e os cem anos da Revista" com Rogerio Tavares. Lançamento do número 81 da Revista e a transferência simbólica da sede da Academia Mineira de Letras para Poços de Caldas em homenagem aos 200 Anos da Independência e aos 150 anos de Poços de Caldas. Com a presença da Academia Poços Caldense de Letras e Academias de Letras Regionais. Essa atividade vem de encontro com a importância do Estado de Minas Gerais no Independência do Brasil. O convidado Rogerio Tavares foi Presidente do BDMG Cultural. Atualmente, preside a Academia Mineira de Letras, onde ocupa a cadeira de número oito. É membro do Instituto dos Advogados Brasileiros, do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e do Pen Clube do Brasil. Tem sete livros publicados.
Ao longo do dia outras atividades em homenagem ao Bicentenário ressoarão como “grito” de independência, em especial, o encontro entre os indígenas Marcia Kambeba e Daniel Munduruku na mesa "Sobre palavras e sons indígenas: entre éticas e estéticas de (in)dependência". A mesa tem como objetivo trazer à luz a reflexão do Bicentenário sob a ótica dos colonizados.
Por fim e para encerrar as homenagens referentes aos 200 anos da Independência, o Festival contará com a mesa "200 Anos, 200 Livros e mais de 1000 amores - a história que se transformou em um lindo romance entre Brasil e Portugal" uma efeméride importante: os 200 anos da Independência do Brasil com a participação de José Manuel Diogo, Diretor da Câmara de Comércio e Indústria Luso Brasileira e um dos fundadores da Associação Brasil Portugal 200 anos. Com a participação especial do escritor, historiador e imortal da ABL, Jorge Caldeira. Mediação Gisele Ferreira.
Para saber mais e acessar a programação completa clique nesse link https://flipocos.com/programacaoflipocos.html
A 17ª Feira Nacional do Livro e Flipoços 2022 é uma realização da GSC Eventos Especiais e evento integrante das comemorações dos 150 Anos de Poços de Caldas. Patrocínio do DME através da Lei de Incentivo a Cultural do Estado. Apoio Cultural Frooty, Sicredi, Café Três Corações. Parceria cultural e educacional Sesc e Senac. Apoio Institucional Associação União Literária de Minas Gerais e Comitê Poços Literária.
Acesse o novo site no ar pelo www.flipocos.com  e mais informações ligue para (35) 3697 1551.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »