02/08/2022 às 14h31min - Atualizada em 04/08/2022 às 00h54min

Supply Chain Design: 5 pontos importantes sobre estrutura organizacional

SALA DA NOTÍCIA Júlia Agnes
Duas perguntas comuns entre os profissionais de Supply Chain são as seguintes: “Como devemos configurar nossa estrutura organizacional de Supply Chain Design?” “Qual a melhor estrutura organizacional de Supply Chain Design a ser usada?”

Para começar, não há uma estrutura organizacional de design única que seja a melhor. O que existe são diversos fatores distintos que se somam para moldar a decisão mais acertada, por isso, é realmente necessário fazer uma reflexão cuidadosa quanto à configuração da sua estrutura organizacional e os objetivos gerais de design da organização.

Na maioria dos casos, haverá riscos e desvantagens em qualquer configuração adotada. O segredo é considerá-los ao definir seus processos e governança geral.

O que considerar em uma estrutura organizacional Supply Chain Design?
Mostro a seguir alguns pontos a serem considerados ao elaborar sua estrutura organizacional de Supply Chain Design.

1. Escopo do design
Ao definir sua estrutura organizacional de Supply Chain Design, um dos principais critérios são exatamente os tipos de questões e decisões de Supply Chain que você deseja abordar por meio da estrutura de design que está sendo criada. O design pode influenciar e impulsionar decisões que impactam as funções de Supply Chain de ponta a ponta, abrangendo estratégias de longo prazo, táticas de médio/curto prazo e aspectos operacionais.

Além das questões de negócios, outros aspectos que podem definir o escopo são o suporte geográfico e a abrangência da cobertura dos negócios (ou seja, se o design dá suporte a apenas uma unidade de negócios ou a várias). Normalmente, à medida que você se aproxima das decisões táticas e operacionais, isso acaba exigindo uma presença de design mais local ou dedicada, dada a necessidade de uma integração mais estreita com os negócios, além de maior frequência de atividade.

Isso está evoluindo à medida que são introduzidas novas ferramentas para oferecer suporte a atividades de modelagem e de planejamento de cenários mais voltadas ao autoatendimento. Não vou me aprofundar nesse aspecto aqui, mas a combinação de ferramentas também pode impactar no modo como você define sua estrutura.

2. Integração de Supply Chain
Nas organizações em que o escopo do design abrange várias regiões geográficas ou unidades de negócios distintas, o nível de integração entre esses agrupamentos deve ser considerado com atenção.

Se você tem uma cadeia de suprimentos integrada, em que as sinergias podem ser exploradas entre várias regiões geográficas ou unidades de negócios distintas, um modelo centralizado funcionaria bem para unificar as coisas, ao passo que uma abordagem descentralizada dificultaria muito a gestão dessas conexões.

3. Estrutura de negócios
A estrutura de negócios subjacente pode afetar sua abordagem ao configurar uma estrutura organizacional de design. A realidade é que as decisões de muitas pessoas são baseadas no modo como elas são incentivadas e isso se torna um aspecto fundamental na determinação das prioridades de design da organização. Algo recebido como benefício em um grupo pode ser encarado como um obstáculo em outro.

Eu sempre digo que isso não deve ser uma barreira na definição da sua configuração de design se houver uma oportunidade real de integração de Supply Chain. Mas, naturalmente, isso exige uma sólida definição de governança, além do alinhamento nos âmbitos mais seniores da organização para direcionar o que é melhor no sentido de implementar uma abordagem holística.

4. Orçamento e financiamento
O orçamento é um fator muito importante quando se trata da configuração de design. Particularmente, eu enxergo a estrutura orçamentária mais como um resultado ou uma recomendação proveniente das decisões da estrutura organizacional geral. Em outras palavras, é necessário buscar definir uma estrutura orçamentária apropriada para alcançar com sucesso a visão de design da organização.

Um orçamento centralizado pode ajudar a cumprir objetivos mais amplos e globais, ao passo que um orçamento descentralizado pode levar à priorização dos desafios específicos de cada grupo e ao cumprimento das metas locais.

Assim sendo, você pode se perguntar o que fazer quando existem objetivos globais e locais a serem cumpridos. Para esses casos, uma abordagem híbrida seria o ideal. Até mesmo uma configuração híbrida exige uma forte definição de governança para impulsionar o alinhamento sempre que necessário.

Outra abordagem possível seria configurar o design como um serviço compartilhado. De qualquer maneira, é preciso que o orçamento esteja bem estruturado para apoiar o desenvolvimento de uma competência geral. Portanto, se você não receber a aprovação da visão, ela se tornará um impulsionador da configuração organizacional com base nos locais em que ela exista.

5. Desenvolvimento de habilidades e retenção
Ter à disposição as pessoas certas e as habilidades necessárias é essencial para qualquer organização obter sucesso na definição da estrutura organizacional de design.

As empresas bem-sucedidas na definição da estrutura de design apresentam um conjunto de habilidades exclusivo que combina uma análise de Supply Chain avançada com profundos conhecimentos do negócio. Esses requisitos criam desafios para muitas organizações alcançarem o desenvolvimento e a manutenção de uma sólida capacidade de design. Por conta disso, sua configuração de design pode depender em grande medida de você encontrar e manter os talentos necessários.

Em teoria, deve ser possível desenvolver e moldar os talentos em qualquer lugar dentro da organização, mas pode levar tempo até que se alcance o nível de proficiência desejado. Quando você acrescenta a essa equação os dados reais de rotatividade e sucessão dentro de uma organização, fica ainda mais desafiador reter o conjunto de habilidades necessário.

Tento em vista tudo isso, a configuração da sua estrutura organizacional pode ter um impacto direto sobre a sua capacidade de desenvolver e reter a combinação certa de talentos de que você precisa. Em alguns casos, pode ser necessário uma evolução da estrutura à medida que você desenvolve as habilidades e as capacidades da equipe.

Encontrando a estrutura organizacional Supply Chain Design correta
A ideia de uma estrutura organizacional de design de Supply Chain digital em constante evolução já é uma realidade. Isso pode ser necessário com o crescimento e a expansão dos seus objetivos de design. Considerando os diversos fatores que afetam a execução bem-sucedida do design, é sempre importante avaliar a configuração da estrutura organizacional como parte de seu ciclo normal de planejamento de design para garantir alinhamento contínuo.

Ivan Jancikic é Regional Vice President, Engagement Management & CSP LATAM da Coupa Software
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »