01/08/2022 às 22h00min - Atualizada em 04/08/2022 às 01h02min

Conceito "WELLNESS' muda a forma de morar nos grandes centros

Em Campinas, uma das principais metrópoles brasileiras, empreendimento imobiliário de alto padrão combina qualidade de vida, proximidade com a natureza e valoriza a "arquitetura do bem-estar"

SALA DA NOTÍCIA MXP Comunicação Ltda
Foto: divulgação

As autoridades mundiais de saúde utilizam a expressão wellness como tradução de “um estado de completo bem-estar físico, mental e social”. Embora tenha surgido em 1947, é nos primeiros anos deste século que a ideia passa a ter um sentido ainda mais amplo, a ponto de definir a maneira como as pessoas escolhem viver. Esta opção pela sustentabilidade, por um estilo de vida integrado à natureza e pela chamada “arquitetura do bem-estar” vem transformando o mercado imobiliário. Nos últimos 24 meses, houve um crescimento de 22% nos empreendimentos wellness building, segundo estudo do Global Wellness Institute (GWI). Em metrópoles como Campinas (SP), o conceito já responde por um novo jeito de morar.

A preocupação com saúde e qualidade de vida segue em escalada ascendente no cotidiano das famílias brasileiras. De acordo com o relatório Conta-Satélite de Saúde 2019, do IBGE, o gasto com serviços e produtos relacionados ao wellness vem crescendo ano após ano. Estes investimentos se refletem em decisões diárias, como cuidar melhor da alimentação, praticar exercícios com regularidade e procurar espaços conectados com a natureza.

No setor imobiliário, a proposta wellness building representa uma transformação nas formas de morar. Levantamento realizado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) em parceria com a Brain Inteligência Estratégica revela que morar em espaços arejados e integrados com a natureza é importante para 57% dos entrevistados, que estariam, inclusive, dispostos a pagar mais por isso. Como item de valoração do imóvel, 53% consideram a área verde mais importante que a infraestrutura para automação 5G (49%).

Uma das maiores cidades do Brasil, Campinas já vivencia uma nova forma de morar a partir do conceito wellness building. Um case neste modelo de empreendimento é o Tiê Campinas. No Distrito de Sousas, um dos locais mais agradáveis e valorizados do município, o loteamento de alto padrão prima pela chamada “arquitetura do bem-estar”.

Os 250 terrenos unifamiliares a partir de 1.000 m2 prontos para construção são valorizados pela extensa área verde e de preservação ambiental, protegida dentro do residencial, oferecendo uma vista privilegiada da metrópole. De acordo com Plínio Di Giaimo, diretor do empreendimento Tiê Campinas, a necessidade de viver com tranquilidade e perto da natureza é um diferencial neste projeto. “Algo dificilmente encontrado hoje nas grandes cidades”, destaca.

“O Tiê Campinas combina a localização privilegiada em um centro de excelência no Estado de São Paulo e a qualidade de vida como um bem precioso e muito desejado nos dias atuais”, afirma Di Giaimo.

Na concepção de morar bem, o residencial vai contar com a estrutura de um clube com piscina, casa de campo, espaços de lazer e convivência, um coworking planejado, entre outros equipamentos.

Com acesso pela Avenida Mackenzie, o empreendimento fica a poucos minutos de várias comodidades, como comércio, restaurantes e serviços. “Estamos, por exemplo, a 8 minutos do Shopping Iguatemi Campinas”, destaca o executivo.

Também pensando em atender o perfil consumidor wellness, o empreendimento vai iniciar em breve a construção do Boulevard Tiê, uma estrutura que prevê comodidades, como supermercado, farmácia e outros tipos de comércio. “Seja qual for a etapa do empreendimento, nosso compromisso é com a sustentabilidade agregada ao desenvolvimento responsável do distrito de Sousas”, finaliza Plínio Di Giaimo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »